FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 19 Jan 2015

José Emílio Moreira sobre o vinho Alvarinho: “Eu creio que deveriam ir até ao fim com as negociações”

As negociações sobre o alargamento da produção de vinho Alvarinho a todos os concelhos da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes estão a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

As negociações sobre o alargamento da produção de vinho Alvarinho a todos os concelhos da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes estão a causar um claro mal-estar entre os dois concelhos produtores de Alvarinho. Melgaço convocou uma manifestação no Porto mas Monção não se juntou ao protesto. Quem há muito vem acompanhando todos os assuntos relativos ao Vinho Alvarinho é José Emílio Moreira, que antes de ter sido presidente da Câmara de Monção, também presidiu à Comissão de Viticultura. Questionado pela Geice, José Emílio Moreira considera que este protesto foi precoce e defende que as negociações devem ser levadas até ao final. José Emílio Moreira defende que as negociações devem ser levadas até ao final e que, caso não sejam do interesse da Sub-região, devem então ser motivo de contestação na rua. Recorde-se que, de acordo com a Comissão de Viticultura dos Vinhos Verdes, caso o acordo vá avante os produtores Monção e Melgaço vão poder usar um selo de garantia nos seus vinhos Alvarinho. Já a Sub-Região, formada pelos concelhos de Monção e Melgaço, vai dispor de três milhões de euros para investir em promoção, nos próximos seis anos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts