FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Jan 2015

Monção: 15 milhões de euros em investimentos a concretizar ou finalizar nos próximos meses

Este será um início de ano em cheio para o concelho de Monção. De momento, Monção está a realizar um conjunto variado de empreitadas que, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Este será um início de ano em cheio para o concelho de Monção. De momento, Monção está a realizar um conjunto variado de empreitadas que, juntamente com as duas obras de requalificação da rede viária já adjudicadas e com início dos trabalhos para breve, representam um investimento próximo de 15.4 milhões de euros.
Centro de noite de Badim, Museu do Alvarinho, Centro Cultural de Tangil, Torre de Menagem de Lapela e relvado sintético da U.D. “Os Raianos” serão as obras inauguradas na primeira metade deste ano. Já a empreitada do Minho Parque Monção decorre a bom ritmo, prevendo-se para breve o início de construção do edifício sede.
Para o autarca local, Augusto Domingues, “estes investimentos refletem a preocupação do município na valorização dos recursos endógenos, promoção cultural, inclusão social e facilidade/segurança na circulação entre as freguesias”.
O Museu do Alvarinho pretende assumir-se como um espaço de promoção, comercialização e degustação daquele produto demarcado e singular com elevada importância na economia de muitas famílias monçanenses. Localizado na Casa do Curro, imóvel do século XVII, tem inauguração prevista para março ou abril do presente ano, resultando num investimento de 148 mil euros.
Imóvel classificado como monumento nacional desde 23 de junho de 1910, a Torre de Lapela constitui uma edificação com elevado significado histórico-cultural. Os trabalhos estarão concluídos na próxima primavera, possibilitando a criação de mais um “trunfo” turístico no concelho.
Participado pela Associação Industrial do Minho (90%) e pela Câmara Municipal de Monção (10%), o Minho Parque Monção compreende uma área total superior a 56 hectares de terreno que irão receber 81 lotes para unidades empresariais. O Minho Parque Monção abrange as freguesias de Pinheiros, Lara, Mazedo e Troporiz. Representa um investimento próximo de 13 milhões, excluindo aquisição de terrenos, cerca de 4 milhões de euros, estando previsto, a breve prazo, o início dos trabalhos do edifício sede.
Sobre o relvado sintético da União Desportiva “Os Raianos”, esta alteração visa proporcionar melhores condições de jogo e treino à equipa sénior da U.D. “Os Raianos” e quer servir como um incentivo muito forte no capítulo da formação, cativando os jovens atletas da região do Vale do Mouro para a prática desportiva Avaliado em 180 mil euros, trata-se do terceiro relvado sintético do concelho, estando operacional para a próxima época desportiva.
Com a construção do Centro Cultural de Tangil, a Banda Musical da Casa do Povo de Tangil concretiza um sonho há muito desejado, num investimento situado em 550 mil euros que permite a recuperação de um edifício outrora com funções educacionais para o transformar num espaço polivalente dedicado à cultura.
Localizado na antiga escola primária de Badim, o centro de noite da Associação Censo, com sete quartos, permitirá ampliar a oferta social existente no Vale do Mouro, num investimento de 290 mil euros.
A Estrada Intermunicipal Badim – Cousso (Troço Badim – Riba de Mouro), cujos trabalhos foram entregues por 198 mil euros, tem como finalidade melhorar a circulação rodoviária no interior do concelho, nomeadamente entre freguesias vizinhas. Garantirá ainda um acesso facilitado entre os concelhos de Monção e Melgaço numa área de montanha.
Neste capítulo da mobilidade e segurança rodoviária, destacam-se ainda as empreitadas, adjudicadas recentemente, de execução de variante à EM 507 (acesso ao Minho Parque Monção), por 671 mil euros, e a beneficiação da antiga estrada nacional 202 (2ª fase), por 250 mil euros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts