FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Fev 2015

Caminha aguarda fundos comunitários para investir 3,2ME nas redes de água e saneamento de Argela e Vilar de Mouros

A Câmara de Caminha está a preparar um investimento que ronda os 3,2 milhões de euros em redes de abastecimento de água e saneamento em […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara de Caminha está a preparar um investimento que ronda os 3,2 milhões de euros em redes de abastecimento de água e saneamento em duas freguesias do concelho. Miguel Alves, autarca local, explicou à Geice que o executivo “fez o trabalho de casa” e já tem tudo pronto para candidatar este grande projeto, mal os fundos comunitários estejam disponíveis.
Cerca de 350 famílias vão finalmente ter saneamento nas suas casas, nas duas freguesias, enquanto no caso de Argela a rede de água será também totalmente remodelada. Trata-se, nos dois casos, de obras muito importantes e que vão contribuir para a melhoria das condições de vida dos agregados familiares abrangidos. O Município prevê que os trabalhos possam arrancar no terreno entre o final de agosto e o início de setembro deste ano. As obras, dado o volume de investimento, só poderão ser executadas se as respetivas candidaturas forem aprovadas.
Caso as candidaturas sejam aprovadas, como se prevê, e as obras se iniciem de acordo com o agendamento do Município, calcula-se que os trabalhos se distribuam pelos anos de 2015 e 2016.
No caso de Argela estão em causa as redes de distribuição de água e saneamento de toda a freguesia. O projeto prevê a remodelação de toda a rede de abastecimento de água, enquanto no caso de saneamento se procederá à instalação de uma rede totalmente nova, uma vez que a freguesia não tem ainda rede de saneamento. Cerca de duas centenas de casas serão beneficiadas por esta obra. O valor previsto para a empreitada ultrapassa ligeiramente os dois milhões de euros.
Em Vilar de Mouros, a obra a executar diz respeito apenas à rede de saneamento. A intervenção diz respeito a uma rede inteiramente nova, a implementar na margem direita do rio Coura, beneficiando os lugares da Ponte, Cavada, Torre e Funchal. O âmbito do projeto prevê levar o saneamento a cerca de centena e meia de casas, sendo o custo previsto da obra de mais de 1,1 milhões de euros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts