FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Fev 2015

Minho poderá vir a ser a Região Europeia da Gastronomia 2016

O presidente da CIM do Alto Minho considera que a candidatura do Minho a Região Europeia da Gastronomia 2016 tem pernas para andar. Recentemente a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da CIM do Alto Minho considera que a candidatura do Minho a Região Europeia da Gastronomia 2016 tem pernas para andar. Recentemente a região foi visitada por uma comitiva da Comissão de Avaliação da Região Europeia da Gastronomia. Para José Maria Costa o rescaldo desta visita é muito positivo, pelo que acredita que a gastronomia minhota vai receber, em 2016, este reconhecimento. Recorde-se que o Consórcio Minho IN, integrado pelas CIM do Alto Minho, do Ave e do Cávado e por um conjunto de parceiros associativos e privados, propôs o Minho para “Região Europeia da Gastronomia 2016”, tendo formalizado, no passado dia 19 de janeiro de 2015, uma candidatura ao Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo (IGCAT), instituto internacional independente criado com a finalidade de gerir o prémio “Região Europeia da Gastronomia”. A iniciativa “Região Europeia de Gastronomia” utiliza a gastronomia como um meio para estimular a inovação e divulgar culturas e identidades alimentares regionais, à semelhança do que a Capital Europeia da Cultura tem feito para a cultura nas cidades. As duas regiões premiadas como “Região Europeia da Gastronomia” em 2016 são oficialmente anunciadas em maio de 2015.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts