FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 26 Fev 2015

Monção: 40 concorrentes portugueses e galegos aquecem os motores para o Rali à Lampreia

O Município de Monção promove este sábado e domingo, 28 de fevereiro e 1 de março, o “Fim-de-semana Gastronómico”, distinguindo a Lampreia do Rio Minho […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Município de Monção promove este sábado e domingo, 28 de fevereiro e 1 de março, o “Fim-de-semana Gastronómico”, distinguindo a Lampreia do Rio Minho com a realização do XXXVIII Rali à Lampreia, prova de perícia automóvel na Praça Deu-la-Deu Martins, centro histórico da localidade.
Para sábado está prevista a iniciativa “Rali a Pedais”, provas de karts abertas ao público, e o rali gastronómico noturno, circuito por sete bares de Monção, onde será possível degustar algumas tapas daquele afamado ciclóstomo. Nesta noite, realiza-se ainda o rali gastronómico noturno, circuito por sete bares de Monção, onde será possível degustar algumas tapas daquele afamado ciclóstomo confecionadas pelos alunos do curso de cozinha e restauração da EPRAMI, pólo de Monção. Em cima da mesa, vão estar “amostras” de sushi de lampreia, escabeche de lampreia e empanada de lampreia. Desta vez, com outra bebida ao ritmo da boa música da noite monçanense. Uma forma diferente de cativar o público mais jovem para degustar a lampreia.
Segundo a organização, no “Rali à Lampreia” estão inscritos 40 concorrentes portugueses e galegos. Com a presença de quatro dezenas de participantes portugueses e galegos, as provas de perícia automóvel realizam-se às 11h00 e 16h00 de domingo. Na hora do almoço, os restaurantes estão de portas abertas para receber visitantes e munícipes em mais uma jornada de promoção da Lampreia do Rio Minho. À semelhança do ano passado, será instalada uma bancada no Miradouro dos Néris.
Neste fim-de-semana, 20 restaurantes do concelho juntam-se à iniciativa automobilística, apresentando nos respetivos cardápios diversas formas de confecionar aquele afamado ciclóstomo, com particular destaque para o arroz de lampreia.
Segundo o autarca monçanense, Augusto Domingues, este acontecimento, que reúne milhares de portugueses e galegos nas ruas do centro histórico, “permite a concretização de dois objetivos: promoção daquele prato gastronómico com tradição no concelho e dinamização do setor hoteleiro em época baixa”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts