FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 20 Fev 2015

Monção: Enólogo monçanense Anselmo Mendes distinguido pelo Presidente da República

O enólogo monçanense Anselmo Mendes foi condecorado esta semana com a comenda de mérito agrícola pelo Presidente da República Portuguesa, Aníbal Cavaco e Silva. A […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O enólogo monçanense Anselmo Mendes foi condecorado esta semana com a comenda de mérito agrícola pelo Presidente da República Portuguesa, Aníbal Cavaco e Silva. A distinção decorreu esta quarta-feira no Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, na cidade do Porto. O presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto Domingues, congratula-se com a distinção e felicita Anselmo Mendes pelo reconhecimento público da excelência do seu trabalho vinícola.
Anselmo Mendes nasceu em Monção, filho mais velho de uma família que vive da agricultura e do vinho desde há muitas gerações. A paixão pela terra levou-o ao Instituto Superior da Universidade Técnica de Lisboa, onde se licenciou em Engenharia Agro-Industrial, em 1987. Seis anos mais tarde, concluiu a pós-graduação em Enologia, na Universidade Católica.
Foi precisamente com a casta Alvarinho em Monção e Melgaço que Anselmo Mendes começou a produzir, em 1998. A sua adega é um espaço de experimentação e investigação.
O trabalho de Anselmo Mendes é reconhecido em Portugal e no estrangeiro pela excelência dos vinhos que produz e pelos métodos surpreendentes e consistentes como inova. A fermentação de uvas Alvarinho em barricas de madeira ou o uso de técnicas de vinificação antigas, como a curtimenta, são alguns dos métodos que fazem com que estes vinhos sejam um caso à parte no mundo dos brancos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts