FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Fev 2015

Valença Requalifica Infraestruturas de Apoio ao Turismo

A Fortaleza de Valença tem já as três principais portas de acesso requalificadas, após a conclusão da intervenção nos Fossos das Portas do Meio, reforçando […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Fortaleza de Valença tem já as três principais portas de acesso requalificadas, após a conclusão da intervenção nos Fossos das Portas do Meio, reforçando as infraestruturas de apoio e acolhimento ao turismo. Os acessos às Portas de Santo António já estão requalificados proporcionando nova funcionalidade, numa das principais portas de entrada na Fortaleza, que se encontrava descaracterizada e com estacionamento desordenado. O acesso à Fortaleza faz-se agora por novos corredores para peões, em lajeado de granito, demarcado das áreas de estacionamento, proporcionando mais segurança e conforto para quem visita a Fortaleza. Esta intervenção segue a traça da requalificação desenvolvida intramuros. A obra decorreu desde a avenida de Cristelo até às Portas Santo António e Portas do Meio, desenvolvendo-se também até aos limites do antigo Campo de Ténis, no topo sul do Baluarte de Santo António. Esta empreitada foi financiada pelo FEDER, em 85%. A autarquia está a preparar, também, uma nova intervenção no espaço de modo a proporcionar uma iluminação monumental que realce os detalhes dos muros da fortificação. Valença passa a ter, na área extramuros da Fortaleza, uma nova área de estacionamento ordenado para ligeiros, reforçando as infraestruturas de apoio ao turismo. Para os autocarros de turismo a autarquia criou recentemente uma área de carga / descarga junto às Portas do Sol, de apoio à área de estacionamento, para estes veículos, nas Cortinas de São Francisco. Para o Presidente da Câmara, Jorge Salgueiro Mendes “Estamos satisfeitos por ter concluído uma obra, após muitos anos de negociação com os Monumentos Nacionais, mas gostava que se tivesse cumprido o prazo de execução. É importante que as obras municipais sejam úteis para os munícipes, que cumpram o prazo de execução, que não derrapem financeiramente e que sejam de qualidade” .

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts