FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 07 Fev 2015

Viana: “A Arte Nova nos azulejos em Portugal” abril no Museu de Artes Decorativas de Viana

  A mostra “A Arte Nova nos azulejos em Portugal”, da autoria de António José de Barros Veloso e Feliciano David, está patente até 6 […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 
A mostra “A Arte Nova nos azulejos em Portugal”, da autoria de António José de Barros Veloso e Feliciano David, está patente até 6 de abril no Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo, ele próprio conhecido pela riqueza azulejar que ostenta.
A exposição apresenta uma coleção de azulejaria nacional e internacional de pendor Arte Nova, cuidadosamente reunida ao longo dos anos pelos autores. Em exposição estão mais de setenta painéis representativos das mais importantes fábricas nacionais e internacionais. A coleção pretende divulgar as várias tendências e tipos de azulejos que se encontram em Portugal.
O Museu é, por seu lado, também conhecido pelos seus azulejos. Instalado no edifício de 1724 da família Barbosa Teixeira Maciel e conhecido pela “Casa dos Barbosa Macieis” tem, no seu interior, três salas com alizares de azulejos a azul e branco, uma pequena capela/oratório com retábulo de talha barroca e paredes decoradas a azulejos historiados assinados pelo mestre Policarpo de Oliveira Bernardes. A coleção do museu é constituída por peças de arqueologia, numismática e heráldica e possui a mais numerosa e diversificada coleção de faianças portuguesas do século XVII e XVIII, designada de “louça azul”, de fabrico de Lisboa e Coimbra.
Especial destaque também para as faianças da Fábrica de Darque e para o núcleo de mobiliário indo-português, desenho e pintura dos séculos XVII e XVIII. Na atualidade o Museu de Artes Decorativas possui 5.196 peças inventariadas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts