FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 13 Fev 2015

Viana: Câmara Municipal vai apoiar beneficiação de habitações degradadas

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou um conjunto alargado de apoios sociais, que rondam os cem mil euros, para beneficiação de habitações degradadas […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou um conjunto alargado de apoios sociais, que rondam os cem mil euros, para beneficiação de habitações degradadas (Medida 4) e para projetos de intervenção comunitária em diversas freguesias do concelho. Assim, no âmbito da beneficiação de habitações degradadas, foram aprovados protocolos no âmbito da Medida 4, ou seja, apoios para ações pontuais de resposta social através da comparticipação financeira em obras de reparação ou beneficiação de habitações degradadas pertencentes a agregados familiares comprovadamente carenciados ou que, sendo propriedade de instituições sociais, se destinem a realojar famílias com carências habitacionais graves. Em causa estão beneficiações de habitações em diversas freguesias, orçadas em cerca de oitenta mil euros, que incluem obras diversas nas habitações e ainda ligações a ramais. O executivo aprovou ainda protocolos para projetos de intervenção comunitária em diversas freguesias e que pretendem implementar, em articulação estreita com as Juntas de Freguesia, ações que respondam às necessidades identificadas de âmbito social. A área geográfica definida para a implementação do Projeto de Intervenção Comunitária surgiu como prioritária nas freguesias de Alvarães, Areosa, União de Freguesias de Nogueira, Vilar de Murteda e Meixedo e União de Freguesias de Geraz do Lima e Deão, considerando as problemáticas sociais existentes, identificadas por entidades públicas e privadas, com intervenção local. Nas freguesias de Areosa e Alvarães, apesar da existência de equipamentos sociais, a resposta é insuficiente e nem sempre se adequa às necessidades sentidas pela população, considerando os desafios múltiplos com que as famílias são confrontadas. As restantes Uniões de Freguesias não possuem estruturas de apoio à comunidade, caracterizadas pelo isolamento e marcadamente rurais, sendo urgente uma intervenção concertada, pelo que avançam agora estes projetos.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts