FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Mar 2015

Escola de Lanheses vence 1ª fase do POW-Dá Power ao Electrão e reúne 13 toneladas de resíduos

O Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, de Lanheses, Viana do Castelo é a grande vencedora da primeira fase do desafio “Pow vai à […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, de Lanheses, Viana do Castelo é a grande vencedora da primeira fase do desafio “Pow vai à Tua Escola!”, incluído no projeto POW_Dá Power ao Electrão, promovido pela Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos. A escola recolheu 13 toneladas de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE) e Resíduos de Pilhas e Acumuladores Portáteis (RPA) e será premiada com um robot de cozinha e um extrator, equipamentos escolhidos pela escola. O POW Dá Power ao Electrão é um projeto apoiado pela Agência Portuguesa do Ambiente – APA – e pelo Instituto Português do Desporto e Juventude – IPDJ – que visa sensibilizar principalmente os jovens, para a importância do encaminhamento e reciclagem de pilhas e acumuladores e de equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida. As escolas que não foram premiadas nesta primeira fase podem continuar no desafio, acumulando os POW entretanto reunidos. O desafio, dirigido a escolas e a casas, premeia aqueles que acumularem mais POWS, obtidos de acordo com uma tabela de equivalência em que cada equipamento corresponde a um determinado número de POWS. A escola de Lanheses declarou 50.372 POWS, tendo reunido 31 grandes eletrodomésticos, 22 equipamentos de climatização, 409 ecrãs, 3115 pequenos equipamentos, 212 lâmpadas e 116 kgs em pilhas. Pedro Nazareth, Diretor Geral da Amb3E, comentou: “A Amb3E continua a apostar na sensibilização dos jovens alertando para a importância do correto encaminhamento dos REEE e dos RPeA, de forma a incrementar a reciclagem deste tipo de resíduos. Estamos surpreendidos com a quantidade de resíduos que algumas casas e escolas têm reunido, no âmbito do POW”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts