FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 31 Mar 2015

Polémica nas Neves: Este ano poderá haver não uma, mas sim duas Mesas dos 3 Abades

Diz a tradição que, na segunda-feira de Páscoa, o Largo das Neves recebe as cruzes vindas de Barroselas, Mujães e Vila de Punhe e que, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Diz a tradição que, na segunda-feira de Páscoa, o Largo das Neves recebe as cruzes vindas de Barroselas, Mujães e Vila de Punhe e que, no local onde as três freguesias convergem, se juntam à mesma mesa os Abades de 3 freguesias. Ora este ano, em vez de uma, o Largo das Neves poderá vir a ter duas mesas. A mesa remonta ao Séc. XVII e foi construída pelos 3 abades de então como sinal do fim da discórdia dos limites entre as localidades. Depois de vários anos de interregno, a tradição foi retomada pela Comissão de Festas das Neves que, com o içar da bandeira da romaria, dá também o sinal de partida para a promoção da Festa de Nossa Senhora das Neves. Mas a discórdia está de volta, uma vez que há uma tentativa de afastamento da Comissão de Festas não só da organização da Mesa dos 3 Abades, mas também do Auto da Florípes. Esse foi o motivo que levou a Comissão de Festas a distribuir, em inúmeros locais, um inquérito à população, como explicou à Geice o presidente da Comissão de Festas, José Dias Fernandes. A manter-se esta situação, a Comissão de Festas garante que, no dia, às 12h30, o Largo das Neves terá não uma mas sim duas mesas destinadas aos párocos das três freguesias que convergem para o Largo das Neves. A Comissão de Festas assume como sua a organização desta tradição, não permitindo que ela seja entregue às Juntas de Freguesia.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts