FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 22 Abr 2015

ASAE – 82% das apreensões de material contrafeito em “centros de produção” acontece em Viana e Braga

Cerca de 82% das apreensões de material contrafeito efetuadas pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) ainda em fábrica são feitas nos distritos de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Cerca de 82% das apreensões de material contrafeito efetuadas pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) ainda em fábrica são feitas nos distritos de Viana do Castelo e Braga. Pedro Portugal Gaspar, inspetor-geral da ASAE, reconheceu que “a zona Norte é uma zona com grande tecido económico”, assumindo que o Minho é a zona do país onde têm feito mais apreensões, no que toca a fornecedores do produto contrafeito.
No que toca a apreensões relacionadas com a produção e grande distribuição, Viana do Castelo e Braga são as zonas mais fortes. Pedro Portugal Gaspar assume que “82% das apreensões acontecem nos distritos do Minho, em Viana e Braga”, no que toca a “centros de produção” de material contrafeito.
Declarações feitas esta quarta-feira, em Viana do Castelo, durante a entrega de 224 artigos, entre roupa e calçado, efetuada pela ASAE a uma instituição vianense. A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica entregou roupa e calçado diverso ao GAF – Gabinete Social de Atendimento à Família de Viana do Castelo para que a instituição possa proporcionar a distribuição dos bens por várias famílias carenciadas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts