FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Abr 2015

Cerveira: Contas municipais com grau de execução orçamental superior a 85%

A Assembleia Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou o Relatório de Atividades e Documentos de Prestação de Contas de 2014 apresentado pela Câmara Municipal, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Assembleia Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou o Relatório de Atividades e Documentos de Prestação de Contas de 2014 apresentado pela Câmara Municipal, marcado por um grau de execução financeira da receita de 86,3%, da despesa cifrada em 85,8% e das GOP em 72%. Dados comparativos com 2013 traduzem uma forte e positiva consolidação da situação financeira da autarquia. O presidente da Câmara Municipal apresentou um documento que classificou como “equilibrado, realista e rigoroso”. Fernando Nogueira lembrou o enquadramento financeiro desfavorável devido às sucessivas reduções das receitas municipais, quer pela via da diminuição das transferências do Orçamento do Estado quer pela falta de financiamento de fundos comunitários. Apesar destes constrangimentos, o Município reforçou os apoios sociais, manteve o mesmo nível de apoio financeiro às freguesias e canalizou todas as energias no investimento municipal, de forma a dar resposta às ações de proximidade. Procedendo a uma análise comparativa da situação económico-financeiro e da sua evolução entre 2013 e 2014, o autarca cerveirense sublinhou alguns indicadores diferenciadores que revelam que “o Município mantém um efetivo controlo do orçamento e um máximo esforço para concretizar os compromissos assumidos”. A redução da dívida a terceiros por habitante, o decréscimo do endividamento líquido por habitante e do prazo médio de pagamentos a fornecedores (de 68 para 63 dias), e as taxas de execução acima dos 85%, são aspetos que se destacam. A Assembleia Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou, por maioria, com oito abstenções, o Relatório de Atividades e Documentos de Prestação de Contas de 2014.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts