FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 02 Abr 2015

Valença lançou Mês da Prevenção dos Maus-tratos na Infância

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Valença acaba de lançar a campanha do Mês da Prevenção dos Maus – Tratos na Infância. A iniciativa, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Valença acaba de lançar a campanha do Mês da Prevenção dos Maus – Tratos na Infância. A iniciativa, de âmbito nacional e internacional, integra-se na campanha distrital do Alto Minho e conta com o apoio da Câmara Municipal de Valença e da Comissão Nacional da Proteção de Crianças e Jovens em Risco. Valença une-se a esta campanha pela erradicação dos maus-tratos a crianças, propondo um programa repleto de atividades, durante o mês de abril. A cerimónia de abertura contou com um laço humano e uma largada de balões, realizados pelos alunos do Infantário da Santa Casa da Misericórdia e pelo Centro de Atividades Ocupacionais da APPACDM de Valença. Um laço gigante foi descerrado nos Paços do Concelho e aí permanecerá todo o mês a relembrar os objetivos desta causa e a convidar moradores e visitantes a deixarem a sua mensagem de apoio no quadro dos testemunhos. Um ato enriquecido, também, com a atuação da Academia de Música Fortaleza de Valença e com assinatura da Carta Municipal de Proclamação de Adesão à Campanha do Mês da Prevenção dos Maus – Tratos na Infância, por Jorge Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Valença e pela Presidente da CPCJ-Valença Aurélia Torres Correia. Ao longo deste mês a CPCJ-Valença irá dinamizar um conjunto de ações juntos dos vários agentes educativos e da comunidade local, designadamente a distribuição de informação, a afixação de outdoors e cartazes de sensibilização, a publicação de imagens/mensagens de sensibilização nos meios de comunicação locais, a utilização de laços de lapela azuis, nos estabelecimentos públicos e IPSS’s, a distribuição do calendário dos afetos e história do laço azul nos estabelecimentos de ensino do pré-escolar e 1º ciclo.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts