FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Abr 2015

Vianenses votam até ao mês de maio projetos vencedores do primeiro Orçamento Participativo

Até meio do mês de maio, os vianenses terão oportunidade de escolher os vencedores entre os dez projetos finalistas do Orçamento Participativo lançado este ano […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Até meio do mês de maio, os vianenses terão oportunidade de escolher os vencedores entre os dez projetos finalistas do Orçamento Participativo lançado este ano pela autarquia. Ao longo de um mês, de 12 de abril a 14 de maio, a população de Viana do Castelo vai escolher os projetos vencedores, depois de terem sido apresentados, esta quinta-feira, na Biblioteca Municipal, os dez projetos finalistas, nas áreas social e cultural.
Por se tratar de um projeto-piloto, os projetos apresentados correspondiam a ideias a implementar na União de Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior, Monserrate e Meadela), tendo sido apresentadas um total de 39 propostas. Depois, uma equipa técnica nomeada pela autarquia vianense selecionou os dez projetos elegíveis que agora vão ser votados, para que os vencedores sejam anunciados a 31 de maio.
José Maria Costa, autarca local, explicou que, de acordo com a dotação global destinada ao Orçamento Participativo, 250 mil euros, vão poder “apoiar pelo menos cinco projetos, uma vez que foi definido como valor máximo para cada um, 50 mil euros”. No entanto, acrescentou que “se a dotação global do OP não ficar esgotada com os cinco projetos, poderão ser executadas outras propostas finalistas que obtenham boa votação, até se atingir os 250 mil euros”. No limite, isto poderia permitir que as dez propostas finalistas fossem executadas, se no conjunto não esgotarem a verba global.
No que toca à área da Ação Social, são finalistas os projetos “Viana: Vamos ativar a esperança”, dirigido a desempregados qualificados em diferentes áreas, “Espaço +”, para ocupação de crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais (NEE), “Espaço Interativo Sénior”, de apoio à população idosa, e “Intercâmbio de idosos entre freguesias” e “Hortas Comunitárias”.
Na Área Cultural, vão estar a votação as propostas “Sala de Autoformação”, espaço de estudo a criar na biblioteca municipal, “Itinerário Turístico-Religioso de Viana a Trento – Uma visitação Bartolomeana”. Há ainda a “Oficina dos Saberes”, para promover costumes e tradições do concelho, o projeto “Promoção da Leitura”, junto de crianças e jovens colocados em instituições de acolhimento temporário ou permanente e o “M e Duas salas – Mercado Municipal”, que propõe a reabilitação de espaços daquele mercado para usufruto dos munícipes.
José Maria Costa anunciou que, no próximo ano, o Orçamento Participativo será mais abrangente, pois será “alargado a outras áreas de intervenção e à dimensão de todo o concelho, com maior dotação financeira” depois do município “ter ganho algum calo com esta primeira edição”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts