FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 18 Mai 2015

“Olhos de André”: Filme apoiado pelo município arcuense venceu o Indie Lisboa 2015

“Olhos de André”, um filme apoiado peloa Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, saiu vencedor do Indie Lisboa 2015, depois de ter recebido os prémios […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

“Olhos de André”, um filme apoiado peloa Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, saiu vencedor do Indie Lisboa 2015, depois de ter recebido os prémios para Melhor Longa-metragem Portuguesa, o Prémio Árvore da Vida para Filme Português e o prémio para Longa-metragem Portuguesa de Ficção. Foi com satisfação que o Município recebeu a notícia dos galardões entregues ao realizador António Borges Correia no Indie Lisboa 2015, pelo seu segundo filme rodado em Arcos de Valdevez, e que contou com o apoio financeiro da edilidade e o envolvimento da comunidade arcuense, “Os Olhos de André”, como disse à Geice o autarca local João Esteves. Depois de “ O Parto”, o realizador regressou a Arcos de Valdevez para gravar esta longa-metragem, onde a paisagem arcuense serviu de cenário para recriar, com as mesmas pessoas, uma história verdadeira. Aqui, um pai tenta reconstruir a sua vida, depois de uma separação, para acolher o seu filho André e voltar a unir uma família. Pelo olhar de António Borges Correia e a perspetiva da sua câmara, os seus atores (as pessoas que viveram, nos mesmos papéis, a mesma história), seguem as sugestões que uma nova ficção cria a partir daquilo que já se viveu, dando a conhecer, pelo cinema, uma vida real de um país verdadeiro.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts