FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 19 Mai 2015

V. Guimarães X Benfica: Agente da PSP que protegeu criança é natural de Monção

Por estes dias, a atitude de um “filho da terra” tem deixado a população de Monção orgulhosa. Ernesto Pino, o agente da Polícia de Segurança […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Por estes dias, a atitude de um “filho da terra” tem deixado a população de Monção orgulhosa. Ernesto Pino, o agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) que protegeu uma criança durante os incidentes ocorridos no passado domingo, depois do jogo entre o Vitória de Guimarães e o bicampeão Sport Lisboa e Benfica, é natural de Monção. A foto do agente a abraçar a criança, que fez manchete no Jornal de Notícias, está a correr mundo, a ser partilhada de forma viral nas redes sociais, e a merecer rasgados elogios um pouco por todo o lado. Agora sabe-se que o agente da PSP que aparece na imagem, a proteger a criança, é Ernesto Pino, de 31 anos, natural de Monção. O polícia é casado, tem um filho, e vive atualmente em Lisboa, devido à situação profissional.
Recorde-se que esta fotografia foi tirada na altura em que o pai da criança foi detido pelas autoridades. Entre as vozes que se insurgiam contra o alegado excesso de força de um dos responsáveis da PSP no local, outras vozes decidiram destacar a sensibilidade do agente monçanense, que protegeu a criança, impedindo assim o menino de ver o pai a ser agredido por outro agente da autoridade.
Recorde-se que, no domingo, depois do empate 0-0 entre Benfica e Vitória de Guimarães, da 33.ª jornada da I Liga, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, dois homens, pai e filho, acompanhados de duas crianças, foram agredidos por um subcomissário da PSP de Guimarães, numa ação captada pela reportagem da Correio da Manhã TV (CMTV). Entretanto, já foi anunciado que os filhos do adepto agredido vão receber o troféu de campeão nacional de futebol, conquistado pelo Benfica, após um convite do presidente do clube bicampeão.
A PSP já anunciou a abertura de um inquérito disciplinar ao agente, enquanto o adepto José Magalhães revelou a sua intenção de processar o polícia, após ter sido ouvido por um juiz do Tribunal Judicial de Guimarães.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts