FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 30 Jun 2015

TDT: Três anos passados e ainda há muito quem sofra com a falta de sinal televisivo

Mais de 3 anos depois do sinal analógico ter sido desligado, ainda são muitos os problemas gerados pela entrada em vigor da televisão digital terrestre. […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Mais de 3 anos depois do sinal analógico ter sido desligado, ainda são muitos os problemas gerados pela entrada em vigor da televisão digital terrestre. A faixa costeira a norte de Viana do Castelo continua a ser a mais prejudicada e, apesar das queixas e abaixo-assinados, até hoje a situação continua por resolver. A dois passos da cidade, na freguesia de Areosa, são muitos os que a partir do meio da tarde deixam de ter sinal, sem que ninguém resolva o problema. É o caso de Arnaldo Alves e de toda a vizinhança que não aderiu à televisão por cabo e que está revoltada por é obrigada a pagar uma Taxa de Audiovisual por um serviço do qual não estão a usufruir devidamente. Abílio Azevedo, que desde a primeira hora acompanhou o processo de implementação da TDT, confirma que este é um problema que persiste nas freguesias de Areosa, Carreço, Afife e Vila Praia de Ancora. Já foram feitos protestos individuais e conjuntos mas, até agora, não tiveram qualquer efeito. Em Afife parte da freguesia está a ser servida por um emissor particular, caso contrário uma boa parte da população não teria sinal. Em Moledo, Caminha, a atuação foi mais pronta e foi colocado um retransmissor de sinal que acabou por sanar as queixas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts