FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 01 Jul 2015

Antigo posto de turismo de Viana transformado na sede da Associação Internacional de Enoturismo

O antigo Hospital de Viana do Castelo, que acolheu, ao longo de alguns anos, o posto da entidade de Turismo do Porto e Norte de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O antigo Hospital de Viana do Castelo, que acolheu, ao longo de alguns anos, o posto da entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, é agora a sede da Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur). A criação de uma sede da Aenotur pretende “dinamizar o setor e gerar riqueza no território”.
A Aenotur foi fundada em maio de 2014, em Cambados, Espanha, contando com promotores na Europa, e na América Latina. A Aenotur é formada por municípios e entidades gestoras de turismo vinculadas à cultura do vinho e promotoras de rotas dos vinhos.
Maria José Guerreiro, vereadora da Cultura na Câmara de Viana, explicou em conferência de imprensa que o acolhimento da sede da Associação Internacional de Enoturismo na capital do Alto Minho é “o reconhecimento de um trabalho que tem sido desenvolvido nos últimos anos, desde que Viana do Castelo foi Cidade do Vinho”.
Explicou a responsável que “foi a partir daí que os produtores tomaram consciência da importância da sua produção”, explicando que a instalação da sede em Viana do Castelo é também o “reconhecimento da importância da Região dos Vinhos Verdes”.”Temos três castas autóctones, o alvarinho, o vinhão e o loureiro que é preciso defender”, reforçou.
A responsável falava em conferência de imprensa, esta quarta-feira, na apresentação do Congresso Internacional de Enoturismo que a Aenotur vai promover entre 02 e 04 de julho.
A sede da Aenotur será então o edifício do antigo hospital velho, situado na Praça da Erva, onde até final de 2014 funcionou um posto de turismo da Turismo do Porto e Norte de Portugal. Segundo a vereadora, o novo espaço reúne condições para se transformar “numa sede icónica” pois “é um espaço lindíssimo, antigo, uma referência arqueológica, histórica e cultural da cidade”.
Maria José Guerreiro explicou que a sede da Aenotur tem também condições para se tornar “num espaço de mostra e degustação de produtos endógenos e também um espaço de encontro para os caminheiros que vão para Santiago de Compostela”.
José Arruda, presidente da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), elogiou a nova valência, afirmando que a sede vai também incluir uma enoteca “com vinhos de países associados da Aenotur, onde as pessoas possam provar vinhos das várias regiões do mundo”.
O Congresso Internacional de Enoturismo acontece entre esta quinta-feira e sábado e vai decorrer em cinco municípios do Alto Minho (Viana do Castelo, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Melgaço, Monção), e na vila de Cambados, na Galiza, terminando no mês de outubro, no Uruguai. A procura de enoturismo na Europa, em mercados emergentes, com destaque para o Reino Unido, França, Alemanha, Brasil, China, Japão e Rússia, serão temas em análise no encontro.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts