FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Jul 2015

Associação que acolhe animais abandonados vive situação dramática devido a contaminação com esgana

Em Ponte de Lima, a Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua (ALAAR) vive “uma das situações mais complicadas da sua já longa história”. […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Em Ponte de Lima, a Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua (ALAAR) vive “uma das situações mais complicadas da sua já longa história”. A associação que acolhe animais abandonados explica que “uma cadelinha que resgatámos vinha contaminada com esgana, uma doença muito grave e contagiosa (entre cães) de que não se ouvia falar há uns bons anos”. Explica a ALAAR que, “quando a doença se manifestou, imediatamente a cadela foi retirada do contato com os outros patudos e esteve em tratamento durante várias semanas mas, infelizmente, não resistiu às sequelas”.
Agora, depois do desaparecimento da cadela, “vários outros casos” foram identificados, pelo que a Associação está a fazer “modificações mais do que necessárias no abrigo”, para poder isolar e tratar, “na medida do possível”, os animais doentes.
A despesa no veterinário é, neste momento, “insuportável” e as modificações no abrigo implicam materiais de construção e novas despesas, explica a ALAAR, apelando à solidariedade de todos e recordando que, por mês, gastam mais de 1000 quilos de ração, a alimentar todos os animais.

DADOS PARA APOIO À ALAAR:
Número solidário: 760 303 160 (0.60+IVA)
Donativos nacionais: NIB: 0079 0000 13221035 102 21 (BIC)
Donativos do estrangeiro: IBAN: PT50 0079 0000 1322 1035 1022 1SWIFT/BIC: BPNPPTPL

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts