FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 27 Jul 2015

Monção e Salvaterra de Miño partilham comboio turístico para promover regiões

Monção e Salvaterra de Miño já partilham um comboio turístico que tem como objetivo propiciar aos passageiros um contacto privilegiado com a beleza paisagística e […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Monção e Salvaterra de Miño já partilham um comboio turístico que tem como objetivo propiciar aos passageiros um contacto privilegiado com a beleza paisagística e monumental e a qualidade gastronómica e vínica das duas localidades. O projeto foi recentemente lançado por dois operadores turísticos, Paulo Azevedo, português, e Roberto Martinez, galego, que se juntaram aos dois municípios e criaram um novo produto turístico que visa potenciar o património natural, construído, vínico e gastronómico desta região transfronteiriça.
O comboio turístico tem capacidade para 55 pessoas e está a percorrer pontos relevantes das duas localidades separadas pelo rio Minho e unidas na consolidação de uma Eurocidade.
Augusto Domingues, autarca monçanense, afirma que  “este comboio turístico é resultado de uma parceria empresarial de dois operadores turísticos, um de cada país, com grande potencial de crescimento, porque o nosso território tem muito para oferecer”.
Arturo Grandal, autarca de Salvaterra de Miño, manifestou-se também satisfeito pela aposta da iniciativa privada e realçou, em brincadeira, que finalmente as duas localidades estão ligadas turisticamente por um caminho-de-ferro.
O trem turístico, como é chamado em Espanha, faz um percurso aproximado de 10 quilómetros, disponibilizando ao público dois itinerários distintos. Um que inclui visitas aos locais, pequeno-almoço e almoço, no valor de 55,00 €. Outro, mais simples e curto, que engloba apenas visitas, no valor de 5,00 €. Para grupos iguais ou superiores a 25 pessoas, os preços baixam para 35.90 € e 3,50 €.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts