FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Ago 2015

Bombeiros de todo o país ajudam a combater incêndios em Viana do Castelo (15:00)

João Pinho de Almeida, Secretário de Estado do Ministério da Administração Interna revelou que a força que ajudou a combater o incêndio na região da Extremadura, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

João Pinho de Almeida, Secretário de Estado do Ministério da Administração Interna revelou que a força que ajudou a combater o incêndio na região da Extremadura, na vizinha Espanha, vem agora ajudar o distrito de Viana do Castelo. Depois de reunir com os representantes da Proteção Civil local e com os autarcas do Alto Minho, este domingo, ao início da noite, João Almeida revelou que os bombeiros “estavam a caminho do distrito de Viana”.
Recorde-se que o distrito vianense tem sido flagelado, deste fim-de-semana, por vários focos de incêndio.
Pelas 14:45 desta segunda-feira, o incêndio que teve início em Messegães, Valadares e Sá, concelho de Monção, no sábado à noite, continuava com uma frente ativa. 166 homens, apoiados por 53 viaturas, continuam no local, apoiados por dois meios aéreos. O Presidente da Câmara Municipal de Monção está a acompanhar as operações. O Grupo de Reforço para Ataque Ampliado (GRUATA 01) da Força Especial de Bombeiros (FEB), o Grupo de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF01) de Setúbal , Vila Real, Portalegre e Centro/Norte, Equipa Posto Comando Operacional (EPCO) Centro/Norte no Teatro de Operações, estão a ajudar a apagar este incêndio.
Também o incêndio que teve início na manhã de sábado em Vila Nova de Cerveira continua a lavrar e, ao início de tarde desta segunda-feira, continuam ativas duas frentes, tendo já invadido o concelho de Caminha, onde a situação tem estado mais preocupante. São 292 os homens no local, apoiados por 94 viaturas e 3 meios aéreos. O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova Cerveira e o Presidente da Câmara de Caminha estão no teatro de operações. Também este incêndio tem apoio de todo o país, com o Grupo de Reforço para Ataque Ampliado (GRUATA 01) Lisboa, Setúbal, Porto e Coimbra, Veículo de Comando e Comunicações (VCOC) de Viana do Castelo, Equipa de Reconhecimento e Avaliação da Situação (ERAS02) da Força Especial de Bombeiros (FEB), Companhia de Reforço de Combate a Incêndios (CRIF01), Grupo de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF02) de Lisboa, Equipa Posto Comando Operacional (EPCO) Sul no Teatro de Operações.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts