FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 20 Ago 2015

Caminha: Evento científico vai abordar o papel do concelho de Caminha na história do ensino Jesuíta 

“Passagem – Pasaxe: O Ensino Jesuíta e a Revista Brotéria entre Portugal e a Galiza” é o nome do evento científico que a Câmara Municipal […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

“Passagem – Pasaxe: O Ensino Jesuíta e a Revista Brotéria entre Portugal e a Galiza” é o nome do evento científico que a Câmara Municipal de Caminha vai realizar no próximo dia 25 de agosto e que permitirá conhecer um importante capítulo da história dos Jesuítas. Caminha fez parte integrante desse capítulo, enquanto local de passagem não apenas dos padres mas dos alunos que estudaram no colégio de A Guarda, alguns deles nomes importantes da cultura portuguesa, como Manoel de Oliveira ou António Pedro. A “história” vai ser contada através de uma conferência, exposição e cinema. A relação entre Caminha e o Colégio Jesuíta da Paxase vai ficar a cargo de Paulo Bento Torres. O historiador caminhense recorda que, “entre 1916 e 1932, os padres portugueses da Companhia de Jesus dirigiram o Instituto Nun’Alvares no sítio da Pasaxe (Camposancos, A Guarda) nas margens do rio Minho, defronte de Caminha”, após terem sido expulsos na sequência do 5 de Outubro e após breve passagem pela Bélgica. Durante os trabalhos, vai ainda falar-se da relação de A Guarda e da forma como os guardeses conviveram com o colégio jesuíta da Paxase. O tema estará a cargo do historiador galego José António Uris. “As Coleções científicas dos jesuítas exilados” será abordada por Francisco Malta Romeiras, investigador do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia da Universidade de Lisboa. Durante o dia vai ainda falar-se da educação dos jesuítas hoje. José Manuel Martins Lopes, diretor geral do Instituto Nun’Alvares, nas Caldas da Saúde, será o orador. No âmbito do evento será possível revisitar as “Memórias do Colégio de A Guarda (1916 – 1932)”, através de uma exposição, e ver o último filme de Manoel de Oliveira, “Visita ou Memórias e Confissões”, com apresentação de Roma Torres.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts