FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 06 Ago 2015

Ciclismo: Delio Fernández vence na Torre no dia em que Sandro Pinto abandonou

Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa) venceu, esta quinta-feira, no alto da Torre, em Seia, a etapa rainha da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros e […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa) venceu, esta quinta-feira, no alto da Torre, em Seia, a etapa rainha da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros e comemorou pela segunda vez uma vitória nesta edição. A finalizar o trabalho de equipa, o espanhol atacou no último quilómetro e levou atrás o companheiro de equipa e líder Gustavo Veloso. Quatro segundos depois terminou Jóni Brandão (Efapel).
Com as contas feitas na vertigem dos 1970 metros da Serra da Estrela e destacando o segundo lugar do comandante da competição é possível afirmar que Veloso está mais perto da vitória na Volta a Portugal. No final o galego mostrou-se muito satisfeito com a equipa, principalmente com o trabalho do colega e compatriota Delio Fernández. “Ele merecia ganhar esta etapa. Delio fez um trabalho excecional, levou-me até ao risco da meta. Foi uma verdadeira batalha.”
Depois de triunfar no alto da Serra do Larouco, em Montalegre, na 2ª etapa, Delio Fernández conseguiu ser o primeiro a passar o risco de meta na Torre, uma chegada que sempre lhe mereceu muito carinho. “Em 2008 quando fiz a primeira Volta a Portugal, fiquei surpreendido com esta chegada. Foi uma grande alegria vencer aqui.”
Para além de estar de pedra e cal no topo da classificação geral, Veloso continua diariamente a reforçar a liderança na classificação dos pontos, Camisola Vermelha Banco BIC, e é também o líder do Prémio Kombinado KIA. O prémio da Juventude, Camisola Branca RTP, mantém-se na posse do russo Aleksey Rybalkin (Lokosphinkx).

Os vianenses na 7ª Etapa (06 de agosto 2015) Condeixa-a-Nova / Seia (Torre) – 171,3 km
O vianense, Rui Sousa (Rádio Popular-Boavista) fez tudo para voltar a ganhar na Torre, mas não foi além do 6º lugar na etapa rainha da Volta a Portugal. O atleta de Barroselas completou a tirada do dia em 4 horas 42 minutos e 14 segundos. Sousa, demorou mais 14 segundos que o vencedor, Delio Fernández (W52-Quinta da Lixa).
César Fonte, seu companheiro na Rádio Popular-Boavista chegou à meta em 24º lugar, a 7 minutos e 22 segundos do primeiro.
Na geral individual, Rui Sousa subiu ao 6º lugar, mas está a 2 minutos e 11 segundos do líder da corrida (Gustavo Veloso). César Fonte desceu para 19º a 9:27 da liderança.
Sandro Pinto abandona a prova
Sandro Pinto (Louletano-Ray Just Energy), outro dos vianense na prova, abandonou a Volta a Portugal, no decurso desta sétima etapa, que terminou no alto da Torre (Seia).
O atleta da equipa algarvia foi assistido pelo médico da corrida por estar com febre, vómitos e diarreia e foi obrigado a desistir quando estavam percorridos 73 dos 171,3 quilómetros da etapa. O ciclista do Louletano-Ray Just Energy ocupava a 20ª posição da geral individual.

Rui Sousa agradeceu à Claque pelo apoio e incentivou Sandro Pinto
“A rainha… A etapa rainha, um sonho, uma vontade uma garra é e sempre será, a minha “menina dos olhos”… Não venci, mas lutei , dei tudo para o concretizar, pena é quando infelizmente não haja vontades mútuas até porque havia interesses, bem diferentes… mas a etapa não ganhei, mas ganhei em público, a torre é pequena demais para uma claque única que acredita até ao fim, centenas na torre , centenas em casa ,centenas na beira da estrada, obrigado , obrigado , obrigado, serão poucas as palavras para tão generoso apoio, sois a minha alma!
Também uma ENORME palavra a equipa, foi 90% perfeito, só faltou a vitória para vós, duas palavras para os “meus velhotes” capitão Celio Sousa, e grande grande Vergilio Santos, por favor fiquem mais um ano neste pelotão, o pelotão precisa de vós, grandes no exemplo grandes no empenho grandes no apoio, aos jovens, obrigado pela força e por acreditarem em mim… Também uma palavra acima de tudo a um grande e bom amigo, adversário, mas amigo e colega diário de luta, Sandro Pinto, força campeão, muitas voltas ainda tens pela frente amigo…
Sou feliz na minha bike
OBRIGADO!”

César fonte felicita adversários
“Dia duro e importante para classificação geral, tudo fizemos para dar a volta à classificação mas, quando existe uma equipa mais forte só temos que dar os parabéns.
Pessoalmente fiquei à quem das minhas expectativas, agora levantar a cabeça porque a Volta continua…
Um OBRIGADO especial a minha família e amigos que fizeram muitos quilómetros para me vir apoiar e dar força como sempre Obrigado!
8ª Etapa (07 de agosto 2015) Guarda / Castelo Branco – 180,2 km
Ainda com as emoções da etapa rainha à flor da pele, a caravana da Volta a Portugal alinha-se na cidade mais alta de Portugal, a Guarda. O pelotão de resistentes, com 180,2 Km pela frente, rumará, esta sexta-feira, a Castelo Branco. No final da tirada, a emblemática e empedrada Avenida Nuno Álvares estará, como sempre, ansiosa para assistir a mais uma emocionante chegada a alta velocidade.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts