FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 02 Ago 2015

Ciclismo: Primeiro triunfo português da Volta foi alcançado por Filipe Cardoso na Senhora da Graça

Foram muitas e fortes as emoções, este domingo, com a etapa que terminou no alto da Sr.ª da Graça, em Mondim de Basto. Filipe Cardoso […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Foram muitas e fortes as emoções, este domingo, com a etapa que terminou no alto da Sr.ª da Graça, em Mondim de Basto. Filipe Cardoso (Efapel), um sprinter, surpreendeu tudo e todos e venceu a 4ª etapa da 77ª Volta a Portugal Liberty Seguros. Metro a metro, o corredor de 31 anos, foi conquistando este triunfo trepando sozinho os oito quilómetros da subida ao mítico Monte Farinha. Quando, cá em baixo, Filipe Cardoso passou isolado no mar de gente em Mondim, muito poucos acreditaram que conseguiria aguentar a perseguição mas, no fim, confirmou a vitória. Este foi o primeiro triunfo português, após cinco dias de competição.
“Não sou um sprinter puro e também não sou um trepador nato. Desenrasco-me a sprintar e tento defender a subir. Foi isso que fiz hoje. Acabei por fazer a diferença nas descidas. Ao vir sozinho corri alguns riscos, mas quando se quer vencer não se pode pensar nisso. No dia em que tiver medo de arriscar deixarei de ser ciclista”, sintetizou Filipe Cardoso que viu Jóni Brandão, seu companheiro na Efapel, terminar em segundo na etapa e com esse resultado chegar ao terceiro lugar da classificação geral. Com o triunfo Filipe Cardoso passou a liderar a classificação por pontos e enverga a Camisola Vermelha Banco BIC. A “teimosia” de Cardoso valeu-lhe ainda o Prémio de Combatividade Conselheiros da Visão.
Num dia de importância crucial para as contas da Volta, o Camisola Amarela Liberty Seguros, Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa) confirmou o favoritismo e conseguiu dilatar um pouco mais a vantagem ao terminar na Srª da Graça em terceiro lugar, com o tempo do vencedor. O galego passou a ter 17 segundos sobre o compatriota e companheiro de equipa, Delio Fernández, e 35 segundos sobre Brandão. Até agora, Gustavo Veloso já foi segundo duas vezes e fez dois terceiros lugares. Por essa razão assume a ambição que tem em vencer novamente a Volta a Portugal.
“Estou a discutir a geral e, por isso, é necessário estar todos os dias o mais à frente possível. Estou contente por não perder tempo. Vamos ver como será no fim. Ainda falta muita Volta.”
Os vianenses… 4ª Etapa (02 de agosto 2015) Alvarenga / Mondim de Basto (Srª da Graça) – 159,4 km
Rui Sousa continua a subir lugares mas a perder tempo para o líder da edição 77 da Volta a Portugal em Bicicleta. O Presidente da União de Freguesias, Barroselas – Carvoeiro alcançou nesta etapa em alto o 12º lugar a 30 segundos do primeiro e César Fonte foi 15º a 38 segundos. Ambos os corredores (Rádio Popular-Boavista) começam a ficar mais perto dos dez primeiros da geral.
Sandro Pinto (Louletano-Ray Just Energy) foi o melhor vianense na etapa ao terminar no 11º lugar a 28 segundos do vencedor.
Na geral individual, Rui Sousa subiu ao 11º lugar, mas voltou a perder tempo. Sousa está agora a 1 minuto e 34 segundos do espanhol Gustavo Veloso, que mantém a Camisola Amarela. César Fonte também subiu e é agora 14º a 1 minuto e 42.
O outro vianense em prova é Sandro Pinto (Louletano-Ray Just Energy) que subiu nove posições na classificação, ocupando o 17º lugar da geral, a 2:23 do líder da corrida.
5ª Etapa (03 de agosto 2015) Braga / Viana do Castelo (Santa Luzia) – 169,4 km
Esta segunda-feira, a quinta etapa da Volta a Portugal vai levar o pelotão a percorrer 196,4 quilómetros de Braga ao alto de Santa Luzia, em Viana do Castelo, onde vai estar instalada a terceira contagem de montanha da tirada, a segunda de terceira categoria.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts