FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 10 Ago 2015

Incêndios que começaram em Monção e Vila Nova de Cerveira ocupam quase 500 homens (18:10)

Pelas 18:10 horas desta segunda-feira, segundo o último boletim da Proteção Civil, os incêndios que lavram desde sábado em Monção e Vila Nova de Cerveira […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Pelas 18:10 horas desta segunda-feira, segundo o último boletim da Proteção Civil, os incêndios que lavram desde sábado em Monção e Vila Nova de Cerveira ocupam, em conjunto, quase 500 bombeiros.
O incêndio que teve início em Messegães, Valadares e Sá, concelho de Monção, no sábado à noite, continua com uma frente ativa. 175 homens e 56 viaturas continuam o combate às chamas, auxiliados por 1 meio aéreo.
No local, está o Comandante Operacional Distrital Évora, bem como o presidente da Câmara de Monção. Este fogo tem ajuda vinda de vários pontos do país, como o Grupo de Reforço para Ataque Ampliado (GRUATA 01) da Força Especial de Bombeiros(FEB), Grupo de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF01) de Setúbal , Vila Real, Portalegre e Centro/Norte e a Equipa Posto Comando Operacional (EPCO) Centro/Norte no teatro de operações.
Também o incêndio que teve início na manhã de sábado em Vila Nova de Cerveira continua a lavrar, depois de ter invadido o concelho de Caminha e colocado povoamentos em risco. Neste momento, 324 homens e 105 viaturas combatem as chamas, com o apoio de 4 meios aéreos. No local continuam o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova Cerveira e o Presidente da Câmara de Caminha. A “grande intensidade” do incêndio que entrou em Caminha e que lavra nas proximidades da aldeia de Castanheira, na Serra D’Arga, levou a proteção civil a retirar a população idosa para um local seguro.
A apoiar, estão o Grupo de Reforço para Ataque Ampliado (GRUATA 01) Lisboa, Setúbal, Porto e Coimbra, Veículo de Comando e Comunicações (VCOC) de Viana do Castelo. Equipa de Reconhecimento e Avaliação da Situação (ERAS02) da Força Especial de Bombeiros (FEB), Companhia de Reforço de Combate a Incêndios (CRIF01), Grupo de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF02) de Lisboa, Equipa Posto Comando Operacional (EPCO) Sul.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts