FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 31 Ago 2015

SC Vianense: César Boaventura avançou para tribunal para travar tomada de posse de José Durães

O associado do Sport Clube Vianense com o numero 1278, César Boaventura, apresentou esta segunda-feira no tribunal judicial de Viana do Castelo uma providência cautelar […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O associado do Sport Clube Vianense com o numero 1278, César Boaventura, apresentou esta segunda-feira no tribunal judicial de Viana do Castelo uma providência cautelar para tentar travar a tomada de posse de José Durães como presidente da direção, após a vitória nas eleições da passada sexta-feira, onde votaram 98 dos 1.242 sócios do clube.
Segundo a Geice conseguiu apurar, esta ação que César Boaventura já tinha anunciado levar em frente, deu entrada esta segunda-feira cerca das 16h00 mas não foi entregue ao juiz, o que deverá acontecer apenas hoje (terça-feira).
A Geice sabe que o juiz pode aceitar a providência cautelar, e nesse caso a tomada de posse da direção, presidida por José Durães e eleita fica suspensa, ou pode decidir ouvir a parte contrária, no caso a direção eleita.
Em comunicado enviado à Rádio Geice, César Boaventura adiantou também que para além da providência cautelar instruiu os seus advogados “para que, nos próximos dias, avancem com a impugnação do ato eleitoral, bem como, de todas as deliberações sociais que ali foram tomadas, por forma à reposição da legalidade”.
Contactado pela Rádio Geice várias vezes esta segunda-feira, dia 31 de setembro, o presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Aristides Sousa, esteve sempre incontactável.
Recorde-se que nas eleições de sexta-feira passada José Durães, sócio número 537, arrecadou 45 votos, contra 31 em branco e 22 nulos mas ainda não confirmou se vai tomar posse.
COMUNICADO DE IMPRENSA
Suspensão de Deliberações Sociais

César Augusto Vieira Boaventura, Sócio número 1278 do Clube SPORT CLUBE VIANENSE, comunica que apresentou hoje, perante o Tribunal Judicial da Comarca de Viana do Castelo, PROCEDIMENTO CAUTELAR DE SUSPENSÃO DE DELIBERAÇÕES SOCIAIS, tendente à suspensão das deliberações sociais tomadas na Assembleia Geral Eleitoral do passado dia 28/08/2015 no aludido Clube e à não realização/ concretização da tomada de posse dos membros da Direção ali eleitos.

Assim que for conhecida a decisão que for proferida pelo Tribunal Judicial da Comarca de Viana do Castelo, comunicá-la-ei.

Informo, ainda, que já instrui os meus Advogados para que, nos próximos dias, avancem com a impugnação do acto eleitoral do passado dia 28/08/2015, mediante a impugnação judicial do mesmo, bem como, de todas as deliberações sociais que ali foram tomadas, por forma à reposição da legalidade aparentemente perdida.

Esposende, 31 de Agosto de 2015
César Augusto Vieira Boaventura

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts