FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 27 Out 2015

1.000 restaurantes do Porto e Norte promovem Fins-de-Semana Gastronómicos em 75 municípios

Na nova edição dos Fins-de-Semana Gastronómicos, serão mais de 1.000 os restaurantes do Porto e Norte de Portugal envolvidos na iniciativa. Entre novembro deste ano […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Na nova edição dos Fins-de-Semana Gastronómicos, serão mais de 1.000 os restaurantes do Porto e Norte de Portugal envolvidos na iniciativa. Entre novembro deste ano e maio de 2016, um milhar de restaurantes, espalhados por 75 municípios da região, vão promover o que de melhor existe na gastronomia local. A iniciativa, que acontece de 06 de novembro de 2015 a 29 de maio de 2016, é apresentada esta terça-feira, no Cineteatro João Verde, em Monção.

O Turismo do Porto e Norte de Portugal, entidade responsável pelo projeto, explica que, este ano, o evento conta com um acréscimo de 6% no número de restaurantes aderentes, quando comparado com o ano passado. Os Fins-de-Semana Gastronómicos integram ainda 500 empreendimentos turísticos, “mais do dobro em relação à edição anterior”, num aumento de 107% face ao ano passado.
Também foi apresentado o Guia dos Fins-de-semana Gastronómicos do Porto e Norte de Portugal, “no qual estão inscritos não só todos os restaurantes aderentes, as receitas típicas de cada município, informações detalhadas dos locais, e as condições de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida”.
Melchior Moreira, presidente da entidade de turismo, assume que “os Fins-de-semana Gastronómicos do Porto e Norte de Portugal representam, hoje, um dos eventos que mais dinâmica provoca no mercado de proximidade. A adesão dos parceiros públicos e privados tem aumentado de edição para edição numa clara resposta à procura crescente de um destino que tem na sua gastronomia e vinhos um potencial fantástico”. O responsável garante que os 26 fins-de-semana gastronómicos vão permitir “consolidar uma oferta que fixa o interesse dos turistas, aumentado a sua estada no território, e o seu regresso mais assíduo”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts