FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Out 2015

Investimento de 20 ME permitirá dotar 100% do concelho com água e 85% com saneamento

Ao longo dos próximos cinco anos, um investimento a rondar os 20 milhões de euros vai permitir dotar 100% do concelho de Viana do Castelo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Ao longo dos próximos cinco anos, um investimento a rondar os 20 milhões de euros vai permitir dotar 100% do concelho de Viana do Castelo com rede pública de água e com 85% de rede de saneamento. A garantia foi avançada por Vítor Lemos, presidente do conselho de administração dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC).
“Neste momento, temos 97% da população do concelho que é abastecida com rede de água tratada. De facto, 3% da população vianense ainda não é abastecida. Estamos a falar essencialmente das zonas altas e de zonas de demografia baixa, como Nogueira, Deocriste e Portela Susã”, esclareceu.
“Estamos a trabalhar, em parceria com a Águas do Norte, no sentido de podermos materializar, o mais rapidamente possível, aquilo que são projetos já com alguns anos e que preveem o abastecimento de água a estas zonas”, afirmou o responsável dos SMSBVC.
“Temos um plano de investimento para os próximos cinco anos que ronda os 20 milhões de euros. É evidente que o plano contempla investimentos conjugados dos Serviços, da Câmara Municipal e da Águas do Norte. Estamos também a contar com alguns fundos comunitários que nos permitam, simultaneamente à construção da rede de água ir aumentando a rede de saneamento. No que toca à rede de saneamento, temos hoje uma taxa de cobertura de 70% e aquilo que prevemos alcançar, no final deste investimento, são os 85%”, disse. Os SMSBVC estão à espera que o programa operacional seja aberto para “poder financiar as obras de saneamento” visto que, para as obras de água, “já temos financiamento garantido” pelos Serviços, pela autarquia e pela empresa Águas do Norte.
“Aquilo que vamos trabalhar é na alimentação de água à zona alta de Subportela, o concurso já foi lançado; é a alimentação de água a Barroselas, que vai permitir melhorar todo o abastecimento de água em Vila de Punhe e Milhões; e o abastecimento de água à zona alta de Nogueira, cujo concurso será lançado agora em dezembro. Nos próximos dois anos vamos trabalhar para melhorar este objetivo de que toda a gente no concelho deve ter acesso à água pública”, declara. “Admito que nos próximos seis anos chegaremos aos 100% do concelho”, garantiu.
“As obras estão previstas para os próximos cinco anos, foi o acordo que fizemos com a Águas do Norte. Conseguimos avançar já com Subportela e Nogueira. Havemos de chegar a Vilar de Murteda, Portela Susã, Freixieiro de Soutelo, à Montaria, a Meixedo e também a Deocriste. Aí sim, nessa altura, teremos a cobertura total”, explicou.
Nos últimos dez anos, diz Vítor Lemos, já investiram cerca de 10 milhões de euros “na requalificação de instalações de água e no aumento da rede de saneamento”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts