FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Out 2015

Legislativas: Abstenção imperou em Viana do Castelo

No distrito de Viana do Castelo a Coligação Portugal à Frente saiu como a vencedora das Eleições Legislativas deste domingo, elegendo os 4 deputados a […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

No distrito de Viana do Castelo a Coligação Portugal à Frente saiu como a vencedora das Eleições Legislativas deste domingo, elegendo os 4 deputados a que se tinha proposto, Carlos Abreu Amorim, Álvaro Campos Ferreira, Emília Cerqueira e Abel Baptista. Os dois restantes lugares foram para o PS, respetivamente para Tiago Brandão Rodrigues e José Manuel Carpinteira. De destacar ainda a forte subida do Bloco de Esquerda. Mas, a grande vencedora acabou por ser a abstenção, visto que praticamente metade dos alto-minhotos não foi votar. A taxa de votantes no distrito cifou-se nos 50,7%, sendo ainda a registar que em relação a 2011 havia menos 3936 inscritos. Comparando ainda com os dados relativos a 2011, a coligação Portugal à frente, que conseguiu no distrito 45,5% dos votos, acabou por perder no somatório dos dois partidos 18 426 votos. O PS, que ficou este domingo com 29,8% dos votos, acabou por subir apenas 2990 em relação a 2011. A CDU, com 5,2% dos votos em 2015, conseguiu também subir ligeiramente o número de votantes, mais 81. A maior subida, conquistando 7,9% do eleitorado distrital, foi para o Bloco de Esquerda, com mais 4300 votos em relação a 2011. No distrito o PS só conseguiu ganhar no concelho de Paredes de Coura, terra natal do cabeça de lista independente. Ganhou também na maior freguesia do distrito, a União de Freguesias de Viana do Castelo, e em freguesias citadinas como Areosa ou Darque.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts