FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 04 Nov 2015

Resolução de “trapalhadas do passado” permite reabilitação do Cine-Teatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora

  Já está em andamento a reabilitação do Cine-Teatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, concelho de Caminha. As obras tiveram início esta […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

 

Já está em andamento a reabilitação do Cine-Teatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, concelho de Caminha. As obras tiveram início esta quarta-feira e o presidente da Câmara, Miguel Alves, comprometeu-se a apoiar a corporação em matéria de equipamentos e apetrechamento, num apoio que será materializado através de transferências para a instituição humanitária, já previstas no Orçamento para 2016.
Encerrado há mais de uma dezena de anos, o Cine-Teatro dos Bombeiros é um equipamento muito importante para a Associação Humanitária, mas também para a população da Vila e do próprio concelho. Além da componente afetiva do imóvel, Vila Praia de Âncora não dispõe de um local adequado à realização de espetáculos e outros eventos, a não ser ao ar livre. Agora, o objetivo é celebrar o centenário dos bombeiros no renovado edifício, o que acontecerá em 2017.
Esta obra era uma aposta da direção dos Bombeiros desde a primeira hora, mas os problemas financeiros com que a Associação Humanitária foi confrontada não só impediam qualquer realização deste tipo, como colocavam em risco a própria sobrevivência da corporação, cujas contas chegaram a estar sob ameaça de penhora.
Agostinho Gomes, em nome da direção, recordou esse tempo de “aflição”, que faz parte do passado, mas que também foi o início de uma nova atitude e de um novo paradigma no relacionamento entre o município e as corporações de bombeiros do concelho, como sublinhou Miguel Alves.
Essa nova atitude permitiu solucionar a situação de emergência e proporcionou condições aos bombeiros para equilibrar as contas e dar o fôlego decisivo à concretização deste projeto. Da parte do município, e uma vez resolvido o problema das dívidas imediatas da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, que remontavam ao ano de 2008 e diziam respeito a projetos de arquitetura e especialidades então encomendados a duas firmas, iniciou-se uma nova fase de cooperação.
Assim, através de um protocolo com o município, a corporação já recebeu 22 mil euros, relativos ao pagamento de serviços prestados, mas que constitui também um recurso regular. Para atividades de formação, foram ainda transferidos mais de 9.700 euros e, para apoio às obras, cerca de 30 mil euros. A propósito da 3ª Maratona BTT, o município investiu mais 3.000 euros, o que totaliza até à data um apoio de mais de 64.700 euros, a que ainda acrescem as receitas do concerto de Anselmo Ralph e agora a isenção de taxas.
Agostinho Gomes reconheceu este apoio e valorizou a nova forma de trabalhar, que permite agora mais tranquilidade à vida da corporação. Com as “trapalhadas do passado resolvidas” e abandonadas as ideias megalómanas, a reabilitação do equipamento é agora uma boa notícia.
Os bombeiros asseguram as obras de construção civil, enquanto a Câmara de Caminha vai avaliar as necessidades em matéria de equipamentos de som e imagem e mobiliário. A corporação, como prometeu a sua presidente, Laurinda Araújo, vai entretanto tentar recuperar a “memória” dispersa do Cine-Teatro, como registos de imagem e outros, e promoverá iniciativas que ajudem a conseguir mais recursos financeiros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts