FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 13 Nov 2015

Treinador Mário Cunha é o novo presidente do Clube de Atletismo Olímpico Vianense

Mário Cunha, treinador de atletismo, é o novo presidente do Clube de Atletismo Olímpico Vianense. O sócio nº 2 da coletividade tomou posse como novo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Mário Cunha, treinador de atletismo, é o novo presidente do Clube de Atletismo Olímpico Vianense. O sócio nº 2 da coletividade tomou posse como novo líder de um clube que já conta com 21 anos de história.
Esta quinta-feira, a sede provisória do clube, instalada no Estádio Manuela Machado, recebeu a cerimónia de tomada de posse. Mário Cunha revelou que o Olímpico Vianense conta atualmente com sete dezenas de atletas, já que “m atletismo, temos cerca de 50 atletas, e na  secção de trail, mais 20”. O trail é mesmo uma das novas aposta do clube, por ser “uma modalidade em franca expansão junto da população sénior”.
O clube de atletismo abarca atualmente “tudo o que é formação e competição, das diversas disciplinas do atletismo. Não temos só corrida, mas também saltos, lançamento, velocidade”.
Leandro Freitas, elemento da nova direção e responsável pela secção de trail, explicou que a nova modalidade foi introduzida no Olímpico Vianense pois “éramos um grupo de amigos que se reunia ao fim do dia, depois do trabalho, para se preparar para os trails”. Um dos amigos já tinha estado ligado ao clube e surgiu depois a oportunidade do desportista se juntar ao clube.
Mário Cunha referiu, no discurso de tomada de posse, que “o atletismo, em Viana, tem muita tradição” e que o clube já teve “campeões nacionais, campeões do mundo, campeões e vice-campeões da Europa”.
O novo presidente pretende continuar a apostar na formação e declarou a vertente competitiva como uma das prioridades. A internacionalização dos atletas, através da participação em provas no estrangeiro, é outro dos objetivos para o mandato de dois anos.
O treinador apela a um maior apoio por parte da Câmara Municipal de Viana do Castelo, pois “a família é grande e o protocolo existente parece-nos manifestamente pouco para o que fazemos e o que já conquistamos”. À autarquia, pede também para que a sede, provisoriamente instalada no estádio municipal, “passe a ser definitiva”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts