FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 23 Dez 2015

Construção do novo Mercado Municipal de Caminha deverá arrancar no segundo semestre de 2016

A construção do novo Mercado Municipal de Caminha deverá arrancar no segundo semestre do próximo ano. Na manhã desta quarta-feira foi anunciado que a proposta […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A construção do novo Mercado Municipal de Caminha deverá arrancar no segundo semestre do próximo ano. Na manhã desta quarta-feira foi anunciado que a proposta 4 foi a vencedora do concurso para o novo mercado caminhense e a autarquia anunciou que a obra vai arrancar durante o segundo semestre de 2016.
Mais de três centenas e meia de pessoas votaram e escolheram o projeto que vai ser implementado no Mercado Municipal de Caminha. “O Nosso Mercado”, correspondente à proposta 4, foi o vencedor de uma disputa renhida, levando a melhor sobre a proposta 2 por apenas dois votos. Todos os alunos da Escola Superior Gallaecia que participaram neste desafio vão agora trabalhar no projeto de execução, sob orientação dos professores e do diretor da escola, o que ocupará os primeiros seis meses de 2016, prevendo-se o lançamento da obra para o segundo semestre do ano.
A equipa que elaborou o projeto vencedor é mista, sendo composta por uma portuguesa e três espanhóis. São eles Joana Daniela Azevedo Rolo, Benito Mirón Malvar, Juan Antonio Valverde Iglesias e Miguel Meijido Beiro, todos alunos de Mestrado da Escola Superior Gallaecia.
O jovem Miguel Afonso, com a proposta 2, ficou, como referimos, a apenas dois votos do vencedor, tendo recebido uma menção honrosa, cuja atribuição não estava prevista. No entanto, estas duas propostas destacaram-se das restantes na preferência dos votantes, tendo recebido 90% dos votos.
De referir que foram os naturais de Caminha quem mais acorreu à votação (61%), sendo ainda mais relevante a análise por critério de residência, já que 51% das pessoas que votaram residem em Caminha e Vilarelho e 36% por cento residem noutras freguesias, mas também no concelho de Caminha, destacando-se Moledo, Venade, Seixas e Vila Praia de Âncora. Só 14% dos votantes são residentes noutros concelhos.
A análise permitiu ainda concluir que foi maioritariamente através da comunicação do Município de Caminha (mais de 60%), quer através de folhetos e cartazes quer do site e página de Facebook, que os votantes tiveram conhecimento desta iniciativa e tomaram contacto com as propostas.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts