FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 30 Dez 2015

Distrital do PS vai a votos em Março

A 19 de Março realizam-se os congressos federativos distritais do PS mas, 15 dias antes, disputam-se as lideranças para as distritais de todo o país. […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A 19 de Março realizam-se os congressos federativos distritais do PS mas, 15 dias antes, disputam-se as lideranças para as distritais de todo o país. Em Viana do Castelo a Federação Socialista é liderada por José Manuel Carpinteira, atual deputado, que já anunciou aos militantes que não se recandidata ao cargo. Quem já avançou foi Miguel Alves, o presidente da Câmara de Caminha, que por isso mesmo anunciou que vai abandonar as funções de secretário nacional-adjunto do PS. E apesar de António Costa querer que neste novo ciclo político se apresentem candidaturas únicas às distritais, é já sabido que no Porto e em Coimbra isso não vai acontecer. Em Viana do Castelo também há uma porta aberta para uma outra candidatura, tendo em conta vários fatores. O primeiro é o desagrado manifestado por uma faixa de militantes socialistas em relação a uma eventual candidatura de Miguel Alves que, recorde-se, só entrou no panorama político do Alto Minho nas últimas Eleições Autárquicas. Outro dos aspetos tem a ver com a forma como o autarca, enquanto mandatário distrital, conduziu a campanha para as últimas Eleições Legislativas e o consequente fraco resultado obtido no distrito de Viana do Castelo. Por último, a Geice sabe que há militantes socialistas empenhados numa recandidatura de Jorge Fão, que nas últimas eleições perdeu a distrital para José Manuel Carpinteira por uma escassa margem de votos. Embora em Outubro tenha deixado, em declarações à Geice, uma porta entreaberta para uma eventual candidatura à distrital, Jorge Fão prefere, nesta altura, não se pronunciar sobre o assunto.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts