FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 02 Dez 2015

Orçamento de 17,5 ME: Valença pretende ser “Mais Social, Mais Atrativa e Mais Forte”

O Município de Valença aprovou o orçamento de 17,5 milhões de euros para 2016, tendo como grandes eixos a requalificação urbana da cidade e centro […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Município de Valença aprovou o orçamento de 17,5 milhões de euros para 2016, tendo como grandes eixos a requalificação urbana da cidade e centro histórico, uma aposta clara na formação das novas gerações, na promoção turística e novas medidas de apoio às famílias. A educação continua a ser um eixo estratégico para Valença apostando-se na dinamização do Centro de Inovação e Logística e a Instalação da Escola Superior de Ciências Empresariais, a requalificação do parque escolar da EB 2 e 3 de Valença, bem como um conjunto de medidas de apoio aos alunos e às famílias. O avanço de obras estruturantes e marcantes para Valença como sejam a 2ª fase da requalificação da Cidade Nova, a conclusão da requalificação da Fortaleza com a 4ª fase, envolvendo a parte norte, a requalificação e transformação do Jardim Municipal num polo de lazer e atratividade da cidade, são algumas das obras que se destacam nas grandes opções para 2016. O turismo continua a ser um grande eixo de dinamização económica de Valença. O concelho aposta na classificação da Fortaleza como Património Mundial, no Turismo Gastronómico, de Natureza e nos Caminhos de Santiago; A dinamização e potencialização dos recursos locais e dos valores coletivos do concelho continua a ser uma das grandes alavancas da cultura e do desporto em estreita parceria com as coletividades e as freguesias do concelho. O orçamento de Valença para 2016 reforça as medidas de apoio social às famílias, este ano com a novidade do I.M.I. Familiar, com uma redução deste imposto. A esta medida junta-se a redução do I.R.S., respeitante à Câmara Municipal até 5%, a favor das famílias. No campo dos impostos Valença aposta na atração de investimentos mantendo o I.M.I. e a Derrama nos valores legais mais baixos, bem como lança a redução do I.M.I. dos prédios requalificados e para habitação dentro da Fortaleza até um valor de 50%, incentivando a requalificação e reutilização dos edifícios do centro histórico. Para Jorge Salgueiro Mendes, Presidente da Câmara, “As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2016 refletem a afirmação do posicionamento de Valença como Concelho atrativo para Viver, Trabalhar e Visitar, reforçando a liderança de Valença no Alto Minho e Euro-região, sempre com o foco no bem-estar coletivo dos valencianos”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts