FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 11 Dez 2015

Ponte de Lima assina protocolo para levar benefícios da atividade equestre a portadores de necessidades educativas especiais

Considerando a importância que a prática de atividades equestres proporciona a alunos e utentes, com necessidades educativas especiais e/ou com multideficiência, a Câmara Municipal de […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Considerando a importância que a prática de atividades equestres proporciona a alunos e utentes, com necessidades educativas especiais e/ou com multideficiência, a Câmara Municipal de Ponte de Lima, aprovou a celebração de um protocolo com os Agrupamentos de Escolas de Arcozelo; António Feijó e Associação dos Amigos da Pessoa Especial Limiana. Face à necessidade que estas instituições apresentam, e no âmbito da sua política de apoio social, a Câmara Municipal dispõe e disponibiliza, através do Serviço da Área Protegida, de infraestruturas, equipamentos, recursos humanos e animais dedicados às referidas atividades. As atividades equestres, com fins terapêuticos, permitem obter excelentes resultados na melhoria da qualidade de vida dos seus praticantes, via benefícios promovidos aos níveis cognitivo emocional e social. A celebração do protocolo de cooperação, está agendada para esta sexta-feira- Dia de Aniversário da Área Protegida. De acordo com o protocolo, o Município de Ponte de Lima, compromete-se a disponibilizar e a desenvolver anualmente, na Quinta de Pentieiros e, a título gratuito, um conjunto de atividades equestres para os alunos destas instituições com necessidades educativas especiais e/ou com multideficiência, com vista ao seu desenvolvimento biopsicossocial, visando a sua integração, autonomia e inserção social. Por sua vez, as três instituições comprometem-se a identificar, anualmente, os alunos que pretendem ver integrados no presente protocolo, bem como a definir, em função da disponibilidade de acolhimento do Serviço Área Protegida do Município de Ponte de Lima, o programa e calendarização das atividades equestres a realizar; assumindo eventuais encargos inerentes à concretização do presente protocolo, nomeadamente ao nível dos seguros e do transporte dos alunos/utentes da instituição para a Quinta de Pentieiros e vice-versa. Será ainda de sua competência prestar, ao Serviço Área Protegida do Município de Ponte de Lima, toda a informação que considerem pertinente para o desenvolvimento das atividades em causa, procurando garantir que as mesmas decorram em segurança e se ajustem às limitações de cada participante.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts