FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 08 Jan 2016

Câmara de Viana poupou 11,2 milhões de euros no ano passado

O presidente da autarquia de Viana do Castelo anunciou, esta quinta-feira, que no ano passado a Câmara Municipal poupou 11,2 milhões de euros. A poupança […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da autarquia de Viana do Castelo anunciou, esta quinta-feira, que no ano passado a Câmara Municipal poupou 11,2 milhões de euros. A poupança corrente, em 2015, atingiu os 11,2 milhões de euros, “mantendo a trajetória de crescimento sustentável da poupança corrente”, declarou o edil.
“A poupança corrente é aquilo que permite ao município fazer despesas de investimento, o que significa que o município, no ano de 2015, teve também o recorde da poupança. Conseguimos reduzir 11,2 milhões de euros nas despesas de funcionamento, o que nos permite transferir essa verba para investimentos importantes que fizemos em 2015”, realçou, destacando o investimento nas escolas, na eficiência energética, na requalificação do centro histórico e dos parques empresariais, além de poderem investir no aumento e alargamento da rede de água e saneamento e equipamentos de desporto e cultura.
José Maria Costa revelou ainda que, no exercício do ano passado, de acordo com a nova Lei dos Compromissos, a dívida atingiu o valor mais baixo de sempre nos pagamentos em atraso. Assim, de dezembro de 2013 a dezembro de 2015, a evolução dos pagamentos em atraso passou de 1,9 milhões de euros para 900 mil euros, numa redução de 51%.
O socialista afirma que o município “apresenta uma taxa de execução de 83%, fruto de uma boa execução financeira e de uma boa gestão”. “Tive oportunidade de divulgar os resultados preliminares da execução de 2015. Gostava de dizer que tivemos a melhor redução de sempre dos pagamentos em atraso, de acordo com a Lei dos Compromissos, ultrapassando por três vezes a exigência da Lei do Orçamento do Estado. Desde 2013, baixamos em mais de 50% a dívida a fornecedores de curto prazo”, revelou o autarca. “Isso significa que houve um esforço muito grande por parte do município, no que toca a poupança e gestão dos dinheiros públicos”, declarou.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts