FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 24 Jan 2016

AFVC / 2ª Divisão: Dois pénaltis prepararam vitória do Vianense B frente ao Cardielense

O Vianense B conseguiu vencer o Cardielense, na tarde deste domingo, por 3-1. Dois pénaltis concretizados em golo abriram o marcador para a equipa da […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Vianense B conseguiu vencer o Cardielense, na tarde deste domingo, por 3-1. Dois pénaltis concretizados em golo abriram o marcador para a equipa da casa, que conseguiu ser superior aos visitantes.
A partida começou com o Cardielense a procurar fazer pressão, originando algumas dificuldades de contrução na equipa do Vianense B. No entanto, os comandados de César Gonçalves começaram a ganhar força e concretizaram as primeiras oportunidades do jogo. Aos 15 minutos, o capitão Gonçalo aproveitou uma falha da defesa do Cardielense e isolou-se, valendo aos forasteiros o guarda-redes Diogo Nunes, que evitou o golo. No minuto seguinte, grande jogada individual de Hélder que, após evitar dois defensores do Cardielense, conseguiu ganhar espaço na zona frontal da grande-área, rematou em jeito, mas não conseguiu marcar. As oportunidades criadas deram frutos ao minuto 40, depois de o árbitro assinalar grande penalidade a favor da equipa da casa, que Polido transformou com sucesso, fazendo o 1-0. A equipa forasteira procurava explorar o contra-ataque, mas foi sempre falhando o último passe, não chegando com real perigo à baliza do Vianense B.
Logo a abrir a segunda parte, nova grande penalidade, a castigar falta sobre Tátá. Luís Viana converteu com sucesso e fez o 2-0. Procurava reagir o Cardielense, com grande entrega dos seus jogadores, num esforço recompensado aos 65 minutos, quando Rui Gil, após uma jogada na direita, conseguiu emendar para a baliza, reduzindo a desvantagem para 2-1.
O Vianense B ia sempre criando mais perigo e era sempre mais objectivo a chegar à baliza contrária. E foi assim que João Miguel, lançado em profundidade, na cara de Diogo Nunes, fez um chapéu com conta, peso e medida, para o 3-1, golo que sentenciou a partida a dez minutos do fim.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts