FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 26 Jan 2016

PSD Alto Minho: Três presidentes encabeçam listas da candidatura de Carlos Morais Vieira

A candidatura “Por um PSD Líder”, que conta com Carlos Morais Vieira como recandidato à liderança do PSD Alto Minho, conta com três presidentes nas […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A candidatura “Por um PSD Líder”, que conta com Carlos Morais Vieira como recandidato à liderança do PSD Alto Minho, conta com três presidentes nas listas. A apoiar o atual responsável pela distrital laranja, estão dois presidentes de Câmaras Municipais do distrito e um Presidente de Assembleia Municipal.
No apoio a Morais Vieira para a Comissão Política Distrital do PSD estão João Manuel Esteves (Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez) e Jorge Salgueiro Mendes (Presidente da Câmara Municipal de Valença) que serão candidatos à Mesa da Assembleia Distrital, respetivamente, para os lugares de presidente e vice-presidente. Já para a Comissão Distrital de Auditoria Financeira, será Alberto Vilas (Presidente da Assembleia Municipal de Valença) a assumir a candidatura. Por seu turno, o advogado Horácio Faria Lage será quem vai encabeçar a lista à Comissão de Jurisdição Distrital.
O presidente da autarquia valenciana, Jorge Mendes, salientou que aceitou o desafio porque “é preciso um partido líder no Alto Minho e para isso temos que ter um projeto, uma equipa e muita ambição”. Ainda segundo o autarca valenciano, “não podemos, como muitos possam pensar, ter um projeto que seja, unicamente, personalizado em torno do presidente da Comissão Política Distrital (CPD). Este é um trabalho de equipa que tem de ser continuado de forma a, de uma vez por todas, termos uma voz forte na região e a nível nacional”.
Por seu turno, João Esteves, autarca de Arcos de Valdevez, relembra que “haveria milhares de motivos para não aceitar este desafio” mas aceitou-o porque é a hora do PSD se preparar com força para os próximos desafios. “Ganhámos três eleições consecutivas, dentro da nossa área política e por isso dou por mim a pensar: Mas afinal o que é que correu mal com Carlos Morais Vieira se com a sua equipa o PSD tem sido ganhador?”, questionou. Agora, segundo João Esteves, é a hora de enfrentar o futuro com união. “Se assim não for, iremos desperdiçar todo o capital político que temos ganho junto da população e que tem votado maioritariamente em nós”.
Recorde-se que a estes nomes se junta o do deputado e ex-secretário de estado, Luís Campos Ferreira, que salientou a credibilidade da candidatura: “Quando vejo que contigo tens os dois Presidentes de Câmara que temos no distrito, João Manuel Esteves, de Arcos de Valdevez, e Jorge Mendes, de Valença, fico confortado e honrado, até porque o próximo combate que temos é autárquico”, disse, na apresentação pública da candidatura de Morais Vieira. “Eles são, para mim, a moldura de credibilidade que faz toda a diferença. Podiam ter ficado no conforto do prestígio, pois esta luta não é deles, mas quiseram vir dar músculo a esta candidatura”, vaticinou.
As eleições autárquicas serão o grande objetivo do mandato de Carlos Morais Vieira, se for reeleito. “Temos que ser um partido líder também a nível autárquico, sabendo escolher os melhores para esse objetivo”, assumiu. Carlos Morais Vieira salienta ainda que “sabemos que o mérito será, antes de mais dos militantes, da sua resiliência, do seu bom senso e da sua capacidade de vencer. Mas sem uma estratégia coerente, tudo isso será em vão. E é isso que a nossa equipa se propõe continuar a fazer: implementar ações que têm vindo a resultar e que farão do nosso partido, como todos queremos, líder na nossa região”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts