FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 08 Jan 2016

Fatura da água da “maioria dos vianenses” sofre aumento de 88 cêntimos

O tarifário dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) vai sofrer, este ano, um aumento médio na ordem dos 3%. Na […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O tarifário dos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) vai sofrer, este ano, um aumento médio na ordem dos 3%. Na reunião camarária desta quinta-feira, o autarca José Maria Costa apresentou a proposta de tarifário, justificando a atualização “com o aumento do custo de tratamento do saneamento em alta aplicado pelas Águas do Norte, bem como ao aumento de custos com a Resulima, recentemente privatizada”. Apesar deste aumento, “ a tarifa social é protegida, pois apenas sofre a correção da inflação”.
“Fizemos uma atualização do nosso tarifário em cerca de 3%. Para além disso, fizemos também um ajustamento unicamente com a taxa de inflação, que é de 1,2%, para os tarifários sociais”, declarou. “Para dar um exemplo concreto, um consumidor médio de 10 metros cúbicos pagava 27 euros e vai sofrer um aumento de 88 cêntimos na fatura, passando a 27,88 euros”, revelou.
“O nosso tarifário está muito afetado pela integração em alta nas Águas do Norte e pela privatização da Empresa Geral do Fomento (EGF) [detentora de 51% da Resulima], que o município de Viana do Castelo esteve contra, mas o anterior Governo nos obrigou a alterar a função estatutária”, referiu o autarca socialista, justificando assim esta atualização das taxas dos SMSBVC.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts