FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 29 Jan 2016

Orçamento aprovado: Câmara de Monção sai da gestão corrente

Foi finalmente aprovado o Plano de atividades e Orçamento da Câmara de Monção para 2016,que será ainda objeto de apreciação e votação na assembleia municipal […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Foi finalmente aprovado o Plano de atividades e Orçamento da Câmara de Monção para 2016,que será ainda objeto de apreciação e votação na assembleia municipal no dia 20 de fevereiro. Relativamente à prestação de contas do ano passado, a autarquia apresenta, até 31 de outubro de 2015, uma redução de 29,15% nos empréstimos de curto prazo e de 11,77% nos empréstimos de médio e longo prazo. Globalmente, verificou-se uma diminuição no passivo de 1.216.721,98 €. Sem descurar o bem-estar e conforto da população e o desenvolvimento estrutural em diferentes setores, o executivo monçanense, presidido pelo socialista Augusto Domingues, tem como prioridade a consolidação dos principais indicadores económicos e financeiros do município de Monção. O plano de atividades e orçamento municipal para o próximo ano, é revelador desta linha estratégica de intervenção, apresentando bons resultados tanto nos indicadores de curto prazo como de médio e longo prazo.  Contas feitas, o endividamento de médio e longo prazo desceu mais de 7 milhões de euros numa década (14.300.028,17 € em 2005), não representando um problema intergeracional, uma vez que corresponde, em média, a apenas 8% a 9% do orçamento global. Esta política de equilíbrio e rigor orçamental resulta numa poupança corrente de 2.665.723,70 €, que será canalizada para investimento, e uma margem de endividamento de 8.449.246,55 €, assegurando uma posição confortável face a eventuais candidaturas a programas comunitários. O montante global do orçamento municipal para 2016 situa-se em 17.625.856,00 €, apresentando-se como “um projeto sério, equilibrado e estruturante” baseado “numa estratégia de proximidade aos munícipes, otimização dos recursos disponíveis e desenvolvimento sustentável do território concelhio”.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts