FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 02 Jan 2016

São Silvestre de Santa Marta de Portuzelo conquistada por Hélio Gomes

No segundo dia do novo ano, aconteceu a segunda edição consecutiva da São Silvestre de Santa Marta de Portuzelo, depois de um interregno de vários […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

No segundo dia do novo ano, aconteceu a segunda edição consecutiva da São Silvestre de Santa Marta de Portuzelo, depois de um interregno de vários anos, e Hélio Gomes sagrou-se vencedor. Num verdadeiro recorde do número de inscritos, a prova contou com 200 participantes e o atleta do Sport Lisboa e Benfica completou os 10 quilómetros em 32 minutos e 10 segundos. O atleta marroquino Akka Essaadoui foi segundo, com mais de um minuto de diferença para o primeiro lugar, Fernando Serrão, do Sporting, foi terceiro, tendo o quarto lugar do pódio de seniores masculinos pertencido a Miguel Meira, do Olímpico Vianense, e Manuel Bessada ficado na quinta posição.
Clarisse Cruz, do Sport Comércio e Salgueiros, terminou na primeira posição de seniores femininos; Joana Nunes foi 2ª e Débora Santos chegou na 3ª posição, ambas da Adercus.
Numa organização da Associação Cultural e Desportiva de Santa Marta de Portuzelo, a São Silvestre de Santa Marta de Portuzelo regressou pelo segundo ano consecutivo, depois de cerca de três décadas de pausa. Albano Rocha, presidente da Assembleia Geral de sócios da Associação Cultural e Desportiva de Santa Marta de Portuzelo, revelou que “superamos os trezentos inscritos, quase o triplo em relação ao ano passado”.
Vítor Lemos, vice-presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e responsável pelo pelouro do desporto, assumiu que “o atletismo está na moda”. “Hoje, as pessoas tratam cada vez mais da saúde e do corpo e o atletismo é um dos desportos cada vez mais apropriados”, realçou o autarca. “Esta é uma prova que esteve muitos anos parada, recomeçou o ano passado e, este ano, foi a segunda edição. É uma prova que vai exigir que nos sentemos com a organização para escolhermos uma nova data, para que tenha cada vez mais sucesso”, indicou.
 “A São Silvestre de Santa Marta tem história. Nasceu em 1971 e, ao longo de vários anos, promoveu treze edições. Deixamos de fazer a prova na década de 80, quando surgiu a São Silvestre do Porto, por exigências da organização. Retomamos no ano passado, com o mesmo empenho, e acreditamos que esta prova vai alcançar níveis superiores”, frisou Albano Rocha “Por esta prova, na década de 80, passaram os maiores números do meio fundo português, masculinos e femininos”, realçou, dizendo que “a nata do meio fundo português já veio a Santa Marta”.
Filipe Silva, da Liberty Seguros, mostrou-se satisfeito com o sucesso desta XV edição. “Acho que o sucesso desta prova é a consequência do que está a acontecer no desporto, pois nota-se que temos cada vez mais pessoas a correrem nas ruas. Temos cada vez mais pessoas a praticar atletismo e a Liberty, enquanto seguradora que se preocupa com a prática de desportos saudáveis, desde que a associação nos pediu o apoio que estivemos do lado deles, a apoiar com os seguros e a logística”, revelou. “Nota-se que temos aqui muitas mais pessoas. Quando as coisas são bem organizadas, as pessoas participam cada vez mais. Certamente que, no próximo ano, em vez de 200, vamos ter aqui 600 ou 700 pessoas”, afirmou o representante da Liberty Seguros.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts