FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 18 Fev 2016

Autarca de Viana diz que não pode “patrocinar” Vianense nem “cometer ilegalidades”

José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, revelou esta quinta-feira que não pode cometer “ilegalidades” nem “patrocinar” o Sport Clube Vianense, […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, revelou esta quinta-feira que não pode cometer “ilegalidades” nem “patrocinar” o Sport Clube Vianense, acusando as anteriores direções de terem feito uma má gestão do clube. “Temos associações que fazem um grande esforço e que têm as contas em dia. Não é justo continuar a ajudar o Vianense. Não é justo para os que trabalham, que se esforçam, estarmos a apoiar excessivamente um clube que está como está por coisas estapafúrdias que fez no passado”, vaticinou o socialista.
“A Câmara está a acompanhar com muita atenção e muita preocupação a situação do Vianense”, destacou. “Tenho tido reuniões – quer eu, quer o vereador Vítor Lemos – com a atual direção, já passamos várias horas a conversar sobre projetos e solução, mas não podemos cometer ilegalidades. Existe uma legislação nacional que proíbe, que interdita que os municípios patrocinem clubes de futebol profissional. As Câmaras só podem apoiar áreas de formação, e é isso que temos vindo a fazer, não só com o Vianense como com outros clubes”, referiu José Maria Costa.
O autarca recordou que, em 2014, a autarquia antecipou “três anos de subsídios para a formação do Vianense” por “a anterior direção ter garantido que resolveria o problema”. “Já com a direção anterior [presidida por Jorge Gama], que a situação era muito difícil, nós antecipamos três anos de apoio à formação”, referiu, dizendo que “saiu a direção, foram-se os 160 mil euros e o problema está ainda maior”. “Se andaram a gastar dinheiro com brasileiros e brasileiras, o problema não é nosso. Para esse peditório não damos”, acusou.
“Tenho uma enorme admiração pelo Vianense. É o clube mais antigo que temos, do qual sou sócio, mas não nos podem pedir responsabilidades pela má gestão das direções anteriores. Não vou cometer ilegalidades para salvar o clube”, garantiu o autarca socialista. A posição de José Maria Costa surgiu esta quinta-feira, em reunião de executivo, depois de o vereador do PSD, Eduardo Teixeira, ter pedido a intervenção da Câmara Municipal para a resolução da situação financeira do clube.
 “Não podem vir pedir sempre ajuda à Câmara, que já tem ajudado muito o clube, porque quando foi para contrair as dívidas, também não nos vieram perguntar nada”, lamentou, justificando assim o facto de não poder investir financeiramente no clube que acumula 700 mil euros de dívidas.
Por isso, refere, agora “a solução tem de ser encontrada pela massa associativa e pela atual direção”.“Não podem candidatar-se e depois vir pedir à Câmara. É preciso que a direção mobilize empresários, bancários e os vianenses”, realçou. “Tenho a melhor das impressões da atual direção e do esforço titânico que está a fazer, mas agora é preciso que haja uma mobilização por parte dos vianenses e das empresas para ajudar a ultrapassar esta situação difícil”, rematou.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts