FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 19 Fev 2016

Louça de Viana: Administrador da empresa lamenta declarações do autarca vianense e garante que não correspondem à verdade

O Administrador de Fábrica de Louça Regional de Viana “lamenta” as declarações proferidas esta quinta-feira em reunião camarária, pelo autarca vianense, José Maria Costa. Em […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O Administrador de Fábrica de Louça Regional de Viana “lamenta” as declarações proferidas esta quinta-feira em reunião camarária, pelo autarca vianense, José Maria Costa. Em declarações exclusivas à Geice, José Mota, que já se encontrava no estrangeiro quando esta polémica foi lançada no início desta semana, garante que aquilo que o autarca disse sobre a fábrica não corresponde à verdade. Recorde-se que José Maria Costa afirmou, entre outras coisas, que “há interessados e propostas concretas mas o proprietário não tem dado resposta, nem mostrado interesse”. José Mota lamenta as declarações do autarca vianense e já disse que, quando regressar a Portugal, estará disponível para o dizer pessoalmente numa reunião de Câmara, bem como para falar com os restantes vereadores sobre esta questão. Recorda ainda que, se fosse sua intenção encerrar definitivamente a fábrica, nunca lá teria investido um milhão de euros, como fez, e acrescenta que, tal como sempre, está “disponível para tudo fazer para manter a fábrica” a funcionar. A rematar, com alguma ironia, diz apenas que entre 2010 e 2016 (6 anos) a autarquia encomendou à fábrica 919,82 euros em louça, tendo sido esta a “grande ajuda” que a Câmara Municipal deu para manter a produção da emblemática Louça Regional de Viana. Refira-se ainda que o registo da marca foi renovado em 2011 e mantem-se em vigor até 2021.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts