FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 05 Fev 2016

Monção: Acessibilidades requalificadas no interior da freguesia de Cambeses

O presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto Domingues, e a Vice-Presidente, Conceição Soares, deslocaram-se à freguesia de Cambeses para constatar, no local, a ultimação […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto Domingues, e a Vice-Presidente, Conceição Soares, deslocaram-se à freguesia de Cambeses para constatar, no local, a ultimação de algumas obras no âmbito da circulação rodoviária. As obras incluem um novo pavimento nos caminhos do Penedo Redondo, Portelinha e Travessa da Filarmónica e abertura, alargamento, construção de valetas e muros no caminho dos Trigais, percurso de 900 metros que liga os lugares de Parapim a Carregal.
No seu conjunto, as quatro acessibilidades no interior da freguesia tem uma extensão superior a dois quilómetros e meio, representando um investimento global de 60 mil euros. Além de garantirem uma circulação mais segura e um acesso mais cómodo às habitações, asseguram, no caso do caminho de Trigais, a ligação entre dois lugares da freguesia.
Para Augusto Domingues, estas obras são reflexo da estratégia política descentralizadora do município: “Estas empreitadas são fruto de uma bolsa de capital atribuída às freguesias que, mediante as suas necessidades e prioridades, realizam obras importantes para as respetivas comunidades. ”.
Para o autarca de Cambeses, Manuel José Oliveira, as presentes intervenções valorizam a freguesia e reforçam a qualidade de vida dos seus habitantes. Sublinhou: “A beneficiação da rede viária tem reflexo no conforto e bem-estar da população, proporcionando melhores condições a quem reside e a quem nos visita”.
Refira-se que no âmbito da política de decentralização e autonomia para as juntas de freguesia, o Município de Monção inscreveu, no Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o presente ano, uma verba de 1.5 milhões de euros para distribuir pelas freguesias de acordo com três critérios: igualdade, área e população.

Os valores disponibilizados a cada freguesia destinam-se a comparticipar a realização de diversas obras que, desta forma, passarão a desenvolver-se sob responsabilidade direta das respetivas juntas. Além da beneficiação da rede viária, deverão ser contempladas intervenções na área social, cultural, desportiva e recreativa.

 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts