FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 15 Fev 2016

Município de Esposende avança com elaboração do projeto do Parque da Cidade

A Câmara Municipal de Esposende deu o primeiro passo concreto para a criação do Parque da Cidade, ao decidir avançar com a elaboração do respetivo […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

A Câmara Municipal de Esposende deu o primeiro passo concreto para a criação do Parque da Cidade, ao decidir avançar com a elaboração do respetivo projeto de arquitetura, por uma empresa externa, depois de, em 2013, ter promovido um concurso público internacional para a conceção deste espaço, que vai nascer através da requalificação dos terrenos localizados entre o Centro de Atividades Náuticas e a Ponte D. Luís Filipe (ponte de Fão). O perímetro da intervenção foi alargado, englobando também o troço da Estrada Nacional 13 compreendido entre a Rotunda da Avenida Marginal e a ponte, bem como o polígono junto àquela travessia. Ciente da complexidade e da morosidade de um projeto deste cariz e desta envergadura, mas reconhecendo o inegável interesse e importância para a cidade e para o concelho de um espaço vocacionado para o lazer e o recreio, o Município entendeu avançar com o processo, que se desenvolverá em várias fases, desde a aquisição dos terrenos até à execução da intervenção. De notar que a elaboração do projeto de arquitetura é condição essencial para avançar com o processo, nomeadamente para uma eventual candidatura a fundos comunitários. O projeto terá que ter em conta as intervenções de requalificação já realizadas na frente ribeirinha, as normas do PDM e as condicionantes locais, englobando uma solução sustentável e focalizada na regeneração urbana e paisagística, com especial preocupação com a sustentabilidade, quer ao nível das opções construtivas, quer das opções paisagísticas. Este projeto insere-se na estratégia de requalificação e valorização da cidade e pretende transformar aquela área num espaço atrativo e aprazível, que possa ser usufruído por diferentes gerações. Assim, perspetiva-se que o Parque da Cidade integre percursos pedonais e cicláveis em articulação com os existentes e previstos, nomeadamente a Ecovia do Litoral Norte e os Trilhos do Cávado, espaços para eventos ao ar livre relacionados com o rio e a prática de desporto informal, postos de interpretação ambiental e pontos de observação de avifauna, prevendo-se que integre ainda parque de merendas, sanitários públicos, equipamentos lúdicos e mobiliário urbano.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts