FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 16 Fev 2016

SC Vianense: Assembleia Geral Extraordinária não deu em nada

Esta segunda-feira à noite, a sede do Sport Clube Vianense foi palco de uma Assembleia Geral Extraordinária para informar os sócios da “situação dramática” que […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Esta segunda-feira à noite, a sede do Sport Clube Vianense foi palco de uma Assembleia Geral Extraordinária para informar os sócios da “situação dramática” que o clube atravessa, correndo o risco de perder o seu património, incluindo bens como o Estádio Dr. José de Matos, a sede e uma casa onde vive um funcionário.
A assembleia começou com Luís Louro, presidente da Mesa da Assembleia Geral, a lamentar a pouca afluência de associados e a justificar a marcação desta assembleia com tanta brevidade devido à urgência da situação. “Entendeu-se sacrificar aquilo que está definido nos estatutos para dar tempo aos associados de reunir”, começou por referir, dizendo querer dar tempo para os associados “tomarem algumas diligências para evitar a venda dos ativos”. A assembleia, sem caráter deliberativo, serviu apenas para informar os sócios sobre o processo de divida à Banca (Caixa de Crédito Agrícola).
A hasta pública da venda de imóveis do clube está aberta até dia 23 de fevereiro. Recorde-se que, até esse dia, poderão ser entregues eventuais propostas de aquisição dos três bens imóveis do centenário clube de Viana do Castelo. Esta hasta realiza-se no âmbito da execução lançada por uma instituição bancária, por causa dos atrasos no pagamento de um empréstimo feito pelo clube e, neste momento, o pagamento em dívida ronda os 300 mil euros. Sem que os sócios tenham encontrado soluções, o presidente da direção do clube, Rui Pedro Silva, deixou no ar que a possível resolução do problema passe pela alienação de algum património.
Apesar de os sócios terem aprovado a presença de jornalistas na Assembleia Geral, o trabalho começou a ser, de alguma forma, condicionado por quem diria os trabalhos, levando a Geice FM a abandonar a sala.

 

Foto arquivo GEICE

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts