FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 21 Mar 2016

Autarca diz que Parque Urbano deve abrir ao público “ainda este ano”

O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo diz que a “expectativa” é poder abrir de forma generalizada o Parque Urbano da cidade ainda […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo diz que a “expectativa” é poder abrir de forma generalizada o Parque Urbano da cidade ainda este ano. Depois de questionado pela vereadora da CDU sobre o facto de ter anteriormente anunciado a abertura generalizada do espaço para o início desta Primavera, o autarca referiu que “o Parque Urbano da cidade está aberto, não está fechado”.
“Existe uma grande atividade do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) com trabalhos com as escolas, associações de defesa do ambiente, que levam ao parque dezenas de milhares de crianças e adultos”, referiu o socialista. “A abertura generalizada ao público está prevista para este ano. A nossa expetativa é para abrir este ano. Quando chegar essa altura, quando nós entendermos que estão reunidas todas as condições, certamente que a senhora vereadora será convidada de honra, como todos os vereadores, para essa cerimónia”, vaticinou o responsável.
Questionado sobre se a abertura geral ainda poderá acontecer esta Primavera, José Maria Costa respondeu que “acontecerá quando nós entendermos que estão reunidas as condições, não quando a senhora vereadora quiser”.
O Parque Urbano da Cidade de Viana do Castelo localiza-se a nascente do centro histórico e a poente da Ponte Eiffel, uma das principais entradas na cidade, ocupando 23 hectares.  Situado junto ao rio Lima, na zona da caldeira de marés das antigas Azenhas Dom Prior, é uma das obras emblemáticas do Programa Polis, que investiu 2 milhões de euros na recuperação da área. O parque ecológico urbano abriu em 2008, mas desde então recebe apenas visitas guiadas, decisão que a autarquia justifica com a proteção das mais de mil novas árvores plantadas e para o regresso progressivo da avifauna.

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts