FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 09 Mar 2016

Caminha: Polis Litoral Norte vai fazer estudo de suporte a candidatura para dragagem do canal dos pescadores

Em Caminha, a Polis Litoral Norte vai realizar um estudo que deverá fornecer o suporte necessário para a execução de uma candidatura com vista à […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Imagem: Câmara de Caminha
Em Caminha, a Polis Litoral Norte vai realizar um estudo que deverá fornecer o suporte necessário para a execução de uma candidatura com vista à dragagem do canal dos pescadores. A Polis submeteu recentemente ao POSEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos uma candidatura para realização do levantamento batimétrico e análise de sedimentos na Foz do Minho. Segundo a Câmara de Caminha, este estudo vai permitir recolher informação “valiosa” para o concelho, constituindo “o primeiro grande passo para que, dentro de algum tempo, se possa realizar uma outra candidatura, desta vez para a dragagem do canal dos pescadores”.
Miguel Alves, autarca caminhense, refere que “agora fazemos o levantamento do leito do rio e percebemos a qualidade da areia, porque a mesma vai ser encaminhada para a praia de Moledo. Depois, avançamos com a candidatura para a dragagem, uma reivindicação antiga dos pescadores de Caminha que trouxe já o presidente da APA a Caminha para reunir com a associação e a Câmara”.
“Levantamento hidrográfico e análise de sedimentos na foz do rio Minho com vista à alimentação artificial da praia de Moledo, enquanto intervenção de proteção costeira” é a designação da candidatura que a Polis Litoral Norte submeteu ao POSEUR. Estes trabalhos permitirão reforçar o cordão dunar na Praia de Moledo enquanto primeira linha de defesa costeira, de forma a impedir o avanço do mar sobre a área urbana de Moledo e sobre a Mata Nacional do Camarido.
Segundo Miguel Alves, os resultados deste levantamento hidrográfico e a análise dos sedimentos vão contribuir para uma melhoria da navegabilidade na foz do rio Minho, além de permitir avançar com uma candidatura para a dragagem do canal dos pescadores.
 

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts