FECHAR
Logo
Capa
A TOCAR Nome da música AUTOR
admin 17 Mar 2016

Casal de cegonhas assenta arraiais na Meadela

Na freguesia da Meadela, em pleno centro cívico, a primavera fez-se anunciar de uma forma diferente. Embora em Santa Marta de Portuzelo já sejam uma […]

Acessibilidade

Ouvir
Aumentar Texto Diminuir Texto
Contraste Contraste

Na freguesia da Meadela, em pleno centro cívico, a primavera fez-se anunciar de uma forma diferente. Embora em Santa Marta de Portuzelo já sejam uma presença habitual, numa antiga chaminé de uma fábrica, na Meadela é a primeira vez que, desde há muitos anos, são vistas, sendo também sabido que preferem montar residência mais a sul, em climas mais quentes. Falamos de um imponente casal de cegonhas, que tem feito as delícias de quem por lá mora ou passa. O casal decidiu assentar arraiais na Quinta de Vera Cruz ou Quinta do Faria, como também é conhecida, situada junto à Rua Padre Alfredo Guerreiro, numa área habitada mesmo junto ao centro da freguesia e à Igreja Paroquial e mesmo ao lado da Capela do Sr. do Socorro, erigida em 1780. O ninho está instalado a uns valentes metros de altura, numa emblemática palmeira da Quinta de Vera Cruz que, muito provavelmente, terá sido atacada pela mesma praga que um pouco por todo o país tem dizimado palmeiras. E se esta já estava decrépita, este casal de cegonhas acabou por lhe dar uma nova vida, naquele que podemos considerar um belo exemplo de reciclagem. Nas folhas secas do topo da palmeira montaram casa, num local solarengo, arejado, seguro e confortável e com uma excelente vista. E nem a convivência com as pessoas e viaturas que por lá passam diariamente parecem incomodá-las, sendo um prazer poder assistir à forma como diariamente cuidam daquela que é a sua nova casa.
Fotos: DR

Comentários

Últimas notícias

mais notícias

Últimos podcasts

mais podcasts